1 em cada 10 rapazes assiste pornografia todos os dias, alerta pesquisa

Share on facebook
Share on twitter
Share on email
Share on whatsapp
Share on linkedin

Uma nova pesquisa encomendada pelo jornal britânico Daily Mail apontou um quadro alarmante do comportamento sexual de adolescentes e jovens no Reino Unido.

O estudo foi feito com 1.010 pessoas do sexo masculino, entre 16 a 21 anos, pela agência de pesquisas Survation.

Segundo o levantamento, 40% dos rapazes que consumem pornografia na internet assistem pelo menos algumas vezes por semana, enquanto 11% assistem todos os dias. O número é muito menor se comparado às meninas, caindo para 2%.

Enquanto 61% das meninas que viram pornografia acreditam que isso teve um impacto negativo, os meninos têm muito mais probabilidade de ver a pornografia como uma influência positiva.

Dos meninos que fizeram sexo, quase metade (48%) admitiu que se relacionou sexualmente porque tinha visto na pornografia. 

Mais de 1 em cada 4 meninos sentiu a pressão de amigos para ser sexualmente ativo e, 35% dos meninos que fizeram sexo se sentiram incomodados com uma atividade sexual que já participaram.

Um número surpreendente de 41% dos meninos que fizeram sexo, praticaram atividades sexuais sem nem mesmo beijar a parceira. 

“Beijar é visto como íntimo demais”, disse o estudante Jack Hughes, de 17 anos, ao Daily Mail.

Ele insiste que é assim que as coisas são hoje em dia. “Eu sei que isso soa muito para as gerações mais velhas, que levam o sexo mais a sério. Para esta geração, isso nasceu e cresceu em nós”, afirmou.

Pornografia é prejudicial

Em entrevista ao Guiame, o pastor Jackson Jacques falou sobre a importância de resgatar a masculinidade do ponto de vista bíblico. “Ou nós destruímos de uma vez por todas a pornografia ou o que nós iremos colher nos próximos anos serão coisas terríveis”, alertou.

“Hoje em dia é até difícil de catalogar, de definir o que é pornografia. Quando falamos em pornografia já estamos imaginando banda larga, acesso à internet. Mas [o escritor] Gary Wilson conta sobre um rapaz que se masturbava vendo 3 mil fotos de mulheres de biquini” explicou o pastor ao falar do livro “Your Brain on Porn” (“Seu Cérebro pela Pornografia”, na versão em português). “[Então, a definicão de] pornografia seria estímulo sexual extraconjugal que causa problemas”.

Falando do ponto de vista social, Jack destacou que tal vício pode levar ao que ele apontou como uma total perda da sensibilidade humana.

“A pornografia vai bestializar o homem e os maiores prejudicados com isso serão as mulheres e crianças. Existe uma coisa chamada escalonamento. O homem acessa a pornografia pela primeira vez e tem uma descarga de dopamina muito forte no cérebro. Os receptores de dopamina notam que há algo errado acontecendo e se fecham. Então, o homem passa a receber menos descarga de dopamina e precisa de um estímulo maior, maior e maior”, afirmou.

“Assim como no uso da cocaína, do crack, da merla, que é um subproduto do crack, a pessoa vai querendo doses maiores. Com isso, ela vai escalonar para a pornografia homossexual, necrofilia, zoofilia, pedofilia”, acrescentou



Guia me

ÚLTIMOS POSTS