4 cristãos são decapitados por grupo extremista muçulmano

Share on facebook
Share on twitter
Share on email
Share on whatsapp
Share on linkedin

A intensificação da perseguição religiosa a cristãos mundo afora trouxe um relato aterrador da Indonésia: quatro fiéis a Jesus Cristo foram decapitados por extremistas muçulmanos. A situação foi denunciada pela Missão Portas Abertas.

O ataque ocorreu na vila de Kalimago, Poso Regency em Sulawesi Central, e foi atribuído aos terroristas do grupo extremista muçulmano East Indonesia Mujahidin. Duas vítimas eram membros da Igreja Mamasa Toraja. O terceiro assassinado era da Igreja de Toraja e um quarto era ligado a uma paróquia católica na região.

Os mártires tinham entre 42 e 61 anos, e o atentado que ceifou suas vidas ocorre apenas meio ano depois que outros quatro cristãos foram assassinados em um posto do Exército de Salvação em Sigi, Sulawesi Central.

De acordo com informações do Christian Today, uma fonte da Missão Portas Abertas na Indonésia, Ari Hartono (pseudônimo usado por razões de segurança), disse: “Os moradores da região central de Sulawesi ainda estão traumatizados com o ataque terrorista em Sigi em novembro passado e ainda não se recuperaram. Não temos certeza se o ataque tem motivação religiosa, embora as vítimas sejam cristãs”.

“Pode ser um ato de sobrevivência. Depois do incidente de Sigi, os terroristas em Sulawesi Central têm sido cada vez mais pressionados pela polícia e pelo Exército. A logística deles está esgotada. A única maneira de sobreviver é roubando comida das pessoas. Nesta área, há muitos agricultores que vivem na floresta longe da aldeia e eles foram os alvos dos terroristas”, acrescentou Hortono.

Na Lista Mundial de Perseguição, a Indonésia está classificada como o 47° país mais hostil aos cristãos. O ranking é montado pela Missão Portas Abertas e atualizado anualmente. “O medo e a intimidação estão tentando dominar o coração das pessoas, mas o poder de Deus é mais poderoso”, disse Hortono.

“Ore por proteção para o povo de Deus em Poso e em Sulawesi Central. Enquanto esses terroristas não forem capturados, a ameaça perdurará. As pessoas têm medo de ir para o campo, portanto não podem trabalhar e produzir safras. Isso afetará sua situação econômica. A Força-Tarefa Madago Raya está caçando esse grupo terrorista. Oramos por sua proteção, força e sabedoria para fazer seu trabalho e ore para que eles capturem esses perpetradores”, afirmou o parceiro da Portas Abertas.

Embora esse grupo terrorista represente uma ameaça recente, os cristãos não têm tido vida fácil na Indonésia em determinadas regiões do país ao longo dos anos. O país é formado pela maior concentração percentual de muçulmanos no continente asiático.

Exemplos dessas hostilidades são os atentados de Makassar, Sulawesi do Sul, quando 20 fiéis ficaram feridos em um ataque suicida enquanto saíam de uma missa no Domingo de Ramos que marcava o início da Semana Santa. Outras dezenas foram mortos em 2018 em um ataque suicida a uma igreja em Surabaya, Java Oriental.

Gospel Mais

ÚLTIMOS POSTS

Seu Você Oposto

Mateus foi um apóstolo, um autor de um dos evangelhos. Mas, antes que dele ser Mateus, ele foi Levi, um judeu que trabalhou para a

Leia Mais »