4 Maneiras de Provar Que Somos Discípulos de Jesus

Share on facebook
Share on twitter
Share on email
Share on whatsapp
Share on linkedin

Texto: João 13:35 “Nisto conhecerão
todos que sois meus discípulos, se tiverdes amor uns aos outros”

Amando uns aos outros

Uma das piores coisas que os cristãos podem fazer é lutar
por não essenciais da fé. Devemos nos unir no essencial e não nos dividir no
não essencial. Caso contrário, os outros não podem sequer nos reconhecer como
discípulos de Jesus e os não-cristãos não vão querer participar dessa luta
interna.

E quem poderia culpá-los? Jesus disse: “Um novo mandamento vos dou: que
vos ameis uns aos outros; assim como eu vos amei a vós, que também vós vos
ameis uns aos outros. Nisto conhecerão todos que sois meus discípulos, se
tiverdes amor uns aos outros” (João 13: 34-35). Portanto, é “por
este” “amor um pelo outro” que saberão que nós somos Seus
discípulos.

Estando dispostos a ofender para salvar

O que quero dizer quando afirmo que devemos estar dispostos
a ofender a fim de salvar é que devemos compreender que a Palavra de Deus vai
afligir os perdidos, mas ela fere, a fim de curar. Corta para que eles possam
ser curados. Temos de aceitar o fato de que “Para uns, na verdade,
cheiro de morte para morte; mas para outros; cheiro de vida para
vida”, 
por isso não tomar como algo pessoal. No entanto, não
devemos recuar da Grande Comissão (Mateus 28:19-20), porque seria como não
avisar uma família dormindo que a casa está pegando fogo. Você acorda-os no
meio da noite – menos do que conveniente – para salvar suas vidas! Quanto mais
preciosas são essas almas na eternidade? Pense nisso desta maneira!

Mostrando Compaixão

Quando nascemos de novo, Jesus nos coloca no ponto exato
onde Ele quer e que melhor se ajusta ao corpo de Cristo, a igreja. O corpo e
todos os membros estão incluídos – tem talentos e habilidades específicas a
serem utilizados para a glória de Cristo. Isso pode significar alimentar os
pobres para alguns. Pode ser vestir os pobres. Pode ser visitar os doentes e
aqueles na prisão e até mesmo usar de misericórdia com um estranho (Mateus
25:35-36). Mas esta é a maneira como Jesus vê: “Em verdade vos digo que,
sempre que o fizestes a um destes meus irmãos, mesmo dos mais pequeninos, a mim
o fizestes” (Mateus 25:40).

Servindo uns aos outros

Somos chamados a sair ao mundo, mas somos chamados ao mesmo
tempo para servir um ao outro. Isso é encontrado em toda a Escritura,
especialmente na igreja do Novo Testamento. O apóstolo Paulo disse aos
Gálatas: “Porque vós, irmãos, fostes chamados à liberdade. Mas não
useis da liberdade para dar ocasião à carne, antes pelo amor servi-vos uns aos
outros”
 (Gálatas 5:13) e até mesmo “sujeitando-vos uns aos
outros no temor de Cristo” (Efésios 5:21).

Conclusão

Se mostrarmos ao mundo o mesmo amor que Jesus mostrou a Seus
discípulos e a nós; salvando-nos pelo seu própria sangue, então, outros podem
ser atraídos a Cristo. Nós somos como a lua. Nós não temos nenhuma luz própria.
Nós só podemos refletir o Filho de Deus para que outros possam vê-lo olhando
para nós. Pelo menos essa é assim que deve ser. 

Fonte: Esboçosermão

ÚLTIMOS POSTS

0
Would love your thoughts, please comment.x
()
x