A conspiração para matar Jesus

Share on facebook
Share on twitter
Share on email
Share on whatsapp
Share on linkedin

Texto: João 11.45-54

I.) Escolha sempre a reação correta diante dos feitos de Jesus – v. 45,46
– Diante da ressurreição de Lázaro, uns creram, outros “agiram com antagonismo contando aos fariseus o sinal que Jesus realizara […] estavam […] levando notícias dos atos de Jesus aos seus opositores”.
– Como temos regido diante dos sinais de Jesus? Com fé ou incredulidade?

II.) Tenha muito cuidado com as suas reações quando se sentir ameaçado pela liderança e destaque de outra pessoa – v. 47-53,57
– v. 47 – “a atitude adotada até então de nada valera. Por que seguir um curso que não resolve nada?”
– “O conselho não fez qualquer tentativa para negar os milagres de Jesus”.
– v. 48 – Os líderes religiosos dos judeus estavam com medo de perder a sua posição. Foi o que ocorreu, mesmo tendo levado a efeito o seu plano de matar Jesus.
– v. 51-52 – “O evangelista viu aqui uma profecia inconsciente da morte salvadora de Jesus […] Deus falava através de suas palavras com um significado mais profundo do que o alcançado por Caifás”.
– Ver também Jo 12.9-11.
– Nesse tipo de situação vemos claramente a natureza caída do ser humano.
– A atitude de João Batista foi totalmente diferente da atitude dos sacerdotes e fariseus – ver Jo 4.1; 3.22-30.
– Temos nos sentido ameaçados pelo desempenho de outra pessoa? Como temos reagido?

III.) Entenda que a morte de Jesus teve como objetivo reunir judeus e gentios em um só corpo, a Igreja de Cristo – v. 52
– “O evangelista não viu o propósito da morte de Jesus como limitado à nação de Israel, mas incluindo também os gentios”.
– Ver Jo 1.12; 10.16
– “A quebra das barreiras que separavam judeus e gentios […] encontra paralelo em Gl 3.28; Ef 2.13-22; Cl 3.11”.

IV.) Entenda que há momentos e situações em que uma retirada estratégica é a melhor coisa a fazer – v. 54
– “Jesus estava perfeitamente a par da oposição contra ele e do que planejavam”.
– Ainda não havia chegado a hora de Jesus se entregar à morte pela humanidade. Portanto, Ele se retirou estrategicamente para uma região próxima ao deserto para não ser preso e morto antes do tempo certo estabelecido por Deus.
– Temos de aprender a discernir quando se retirar e quando se apresentar para o combate.
– Não devemos entrar em qualquer tipo de luta ou guerra. Temos que aprender a discernir também quais guerras valem a pena serem lutadas e quais devem ser deixadas de lado.

Pr Ronaldo Guedes Beserra (Esboço preparado em 02.11.19; citações entre aspas de Frank Pack).

Visite o Site do Pr Ronaldo em http://www.ronaldoguedesbeserra.com.br

Sobre Cristianismo Total

Cristianismo Total é um blog evangélico que tem como objetivo difundir a fé Cristã, que é a mensagem através da qual o Deus Eterno se revelou à humanidade.

Fonte: Cristianismo Total

ÚLTIMOS POSTS

0
Would love your thoughts, please comment.x
()
x