A Igreja Acolhedora que dá Voz a Mulher Evangélica Agredida

Share on facebook
Share on twitter
Share on email
Share on whatsapp
Share on linkedin

Violência contra a mulher

Em seu novo artigo para o Folha Gospel, na coluna “Direito Nosso”, o Dr. Gilberto Garcia fala sobre o Trabalho de Conclusão de Curso (TCC) de uma bacharelanda da Faculdade Evangélica das Assembleias de Deus no Brasil (FAECAD/CGADB) na Disciplina: “A Igreja e o Direito Civil”, da qual ele foi orientador.

O TCC que teve como tema: o tema: “A Igreja Acolhedora que Dá Voz a Mulher Evangélica Agredida” apontou iniciativas de várias Igrejas Evangélicas para prevenir e combater a violência doméstica nas famílias de crentes, entre os quais: ‘Projeto Redomas’, ‘Igreja Universal do Reino de Deus’, ‘Confederação Metodista de Mulheres’, ‘Igreja Evangélica de Confissão Luterana’, ‘Igreja Presbiteriana Independente’, ‘Igreja Adventista do Sétimo Dia’, ‘União Feminina Missionária Batista do Brasil’, entre outras.

O Dr. Gilberto Garcia também fala sobre uma pesquisa que a bacharelanda realizou com mulheres casadas, solteiras e divorciadas, em que foi feita a seguinte pergunta: Se você estivesse dentro de um casamento, de cônjuges evangélicos, sofresse violência do seu companheiro, e depois de um período de silêncio decida pedir ajuda, qual seria o primeiro lugar que procuraria? A igreja, a delegacia ou a família? 50% optaram pela família, 40% pela delegacia especializada e apenas 10% pela Igreja.

Leia o artigo completo clicando aqui.


var js, fjs = d.getElementsByTagName(s)[0];

if (d.getElementById(id)) return;

js = d.createElement(s); js.id = id;

js.src="https://connect.facebook.net/pt_BR/sdk.js#xfbml=1&version=v2.11&appId=264312870658742&autoLogAppEvents=1";

fjs.parentNode.insertBefore(js, fjs);

}(document, 'script', 'facebook-jssdk'));

Folha Gospel

ÚLTIMOS POSTS