‘Agradeça a Deus o milagre’, diz médico ao marido de gestante que superou Covid gravíssima

Share on facebook
Share on twitter
Share on email
Share on whatsapp
Share on linkedin

O drama de Fernando Luiz Maia, de 41 anos, começou assim que a esposa, grávida de 8 meses, passou mal enquanto trabalhava na barraca de cachorro-quente do casal, em Bauru, interior de SP.

Camila Fernanda Favero, de 30 anos, começou a sentir muita dor de cabeça e falta de ar, que foram piorando até receber o diagnóstico de Covid-19. A mulher foi internada e logo intubada com 70% do pulmão comprometido e com 65% de saturação. Camila sofreu 2 paradas cardíacas e ficou 21 dias internada, sendo 13 deles na UTI.

Diante do quadro grave que ela apresentava, a equipe médica decidiu fazer uma cesariana de emergência para salvar o bebê.

Os médicos permitiram que Fernando assistisse o nascimento do filho por uma janela de vidro. Enquanto a cesárea era realizada, Camila teve outra parada e a cortina da janela foi fechada. Naquele momento, Fernando diz que ficou desesperado pensando no pior.

“Tinha umas 8 ,9 pessoas em volta dela e, durante a parada, acabaram fazendo um corte que provocou uma hemorragia. Eu gritei muito do lado de fora, com medo do pior, mas conseguiram estancar o corte e fazer a reanimação. Pedi muito para ter minha família de volta. Pois é o meu maior presente”, diz.

Pedro nasceu e foi encaminhado à UTI neonatal da Maternidade Santa Isabel. Após a criança receber alta, Fernando e sua mãe cuidaram do recém-nascido.

Experimentando um milagre

Com o passar do tempo, Camila começou a responder ao tratamento. Em seguida, teve alta da UTI e foi para o quarto.

“Nossa equipe está aqui para salvar vidas, mas, em 30 anos de profissão, posso dizer que o senhor não precisa agradecer ninguém além de Deus. O que presenciamos aqui foi um milagre”, disse um dos médicos ao comerciante.

“Foi um milagre. Ter minha família saudável é o maior presente da minha vida toda”, celebra Fernando, após sua esposa ter passado perto da morte.

Hoje Pedro está com quase 3 meses de vida, e Camila em casa. “Sou muito grato em ver meu filho e minha esposa sem qualquer sequela; é um milagre. Depois do que passamos, nada do que acontecer daqui para frente será um problema. Quero que o mundo conheça essa nossa felicidade”, declarou.

 



Guia me

ÚLTIMOS POSTS