Ana Paula Henkel critica ‘silêncio’ do papa sobre Cuba e Argentina

Share on facebook
Share on twitter
Share on email
Share on whatsapp
Share on linkedin

As crises em Cuba e na Argentina foram tema de um questionamento feito pela comentarista política Ana Paula Henkel sobre a postura do papa Francisco diante do cenário de miséria e clamor popular.

O papa Francisco, conhecido por sua postura afeita ao discurso politicamente correto, vem ficando em silêncio diante de questões sociais bastante delicadas, como por exemplo a aprovação do aborto em seu país natal.

Diante disso, a comentarista do programa Os Pingos nos Is questionou: “Onde está o papa, argentino, nesse contexto todo? Eu falo tranquilamente porque eu sou católica apostólica romana e infelizmente esse papa não me representa”.

“É um papa político, que só abre a boca para falar exatamente a favor de políticos que não condizem exatamente com o cristianismo, no sentido de medidas sanitárias, medidas econômicas. Onde está esse papa, para falar da Argentina, para falar de Cuba, dessa miséria que estamos vendo em Cuba?”, reiterou a ex-jogadora de vôlei, medalhista olímpica.

Ana Paula Henkel fez o comentário levando em consideração a fuga de argentinos rumo ao Brasil, um fenômeno recente e em crescimento, diante da severa crise econômica do país e de medidas consideradas inconsequentes tomadas pelo presidente Alberto Fernández.

Ao final de seu comentário, a comentarista da Jovem Pan lembrou que o papa não se furtou a comentar questões políticas em situações envolvendo o ocaso do Partido dos Trabalhadores, criticando parlamentares brasileiros que votaram pela cassação da ex-presidente Dilma.

“Mas, para dizer que ‘hoje era um dia triste no Brasil’, quando passamos o impeachment da presidente Dilma Rousseff, aí ele se declarou. […] Quando a lei do aborto passou na Argentina, entrou em absoluto silêncio. Onde está o papa Francisco nesse momento, onde um papa, um pontífice, que está preocupado com a miséria do mundo e está vendo o que está acontecendo na Argentina e em Cuba?”, criticou.

Gospel Mais

ÚLTIMOS POSTS