Bolsonaro questiona se há preconceito contra pastor indicado ao STF

Share on facebook
Share on twitter
Share on email
Share on whatsapp
Share on linkedin

O presidente Jair Bolsonaro comentou a demora no agendamento da sabatina do pastor André Mendonça, indicado por ele ao cargo vago de ministro do Supremo Tribunal Federal, e declarou que o “grande problema” em torno do assunto é ele.

Durante uma entrevista, Bolsonaro avaliou o cenário de empecilhos criado pelo senador Davi Alcolumbre (DEM-AP) para a realização da sabatina de André Mendonça, jurista com carreira consolidada e currículo robusto.

Num primeiro momento, o presidente deu indícios de que desconfia que há preconceito contra a religião de Mendonça, que é o “terrivelmente evangélico” escolhido por ele para a segunda vaga aberta durante seu primeiro mandato.

“É muito importante uma vaga para o Supremo Tribunal Federal. Queria que as pessoas que estão contra o André falassem que estão contra por algum motivo. Não têm, estão contra pela independência dele. Talvez pela sua religiosidade, talvez porque o voto dele não seja o que ele gostaria que fosse”, disparou Bolsonaro ao Jornal da Cidade Online.

Em seguida, Bolsonaro apontou que se não fosse ele ocupando o cargo para o qual foi eleito, nenhuma celeuma estaria ocorrendo em torno da indicação ao STF: “O grande problema disso tudo sou eu, não é o André. Sou eu. Se eu for reeleito, vou botar mais dois com o perfil parecido com o André. Não quer dizer que seja evangélico. O compromisso com evangélico eu estou pagando agora e me sinto muito bem”.

Sobre Alcolumbre, o presidente afirmou que o senador “quer outro nome” para a vaga, e por isso, está bloqueando a sabatina: “Agora indiquei um, que é um compromisso meu, um evangélico. Está dando para quatro meses que não entra na pauta para a sabatina. O que está acontecendo? O presidente da Comissão de Constituição e Justiça não é simpático a esse nome. E como ele não é simpático a esse nome, ele quer outro nome. Agora, eu não tenho como fugir do nome do André”, concluiu.

Gospel Mais

ÚLTIMOS POSTS