Califórnia multa igreja em 275 mil, mas pastor recusa fechar

Share on facebook
Share on twitter
Share on email
Share on whatsapp
Share on linkedin

Uma igreja da Califórnia que já havia sido multada em mais de R$ 50 mil por realizar um culto matinal e noturno em seu templo, violando as determinações das autoridades, agora recebeu outra multa equivalente a R$ 275 mil. Ainda assim, o pastor foi claro em sua determinação: “Não vamos fechar esta igreja”.

A Igreja Batista North Valley, no condado de Santa Clara, tem um grande templo e é liderada pelo pastor Jack Trieber. As multas, de US$ 10 mil e US$ 52 mil (mais de R$ 275 mil na cotação da última quinta-feira, 03 de setembro), foram emitidas porque as autoridades consideraram as celebrações dos cultos “reuniões internas ilegais, não cumprindo as práticas de distanciamento social exigidas, não exigindo que os fiéis ou participantes da igreja usassem máscaras enquanto participavam, atuavam ou discursavam em cultos de adoração internos; e permitir que congregantes ou participantes do serviço religioso cantassem durante os cultos”.

De acordo com informações do portal Christian News, as multas são referentes aos cultos matinal e noturno dos dias 23 e 30 de agosto, bem como para os cultos noturnos da quarta-feira de 26 de agosto.

A igreja também foi citada por “não submeter [um] protocolo de distanciamento social ao Departamento de Saúde Pública do condado”. A multa inicial era de US$ 250 no primeiro dia de violação, mas dobrou para US$ 500 no dia seguinte, depois para $ 1000, depois para US$ 4 mil e US$ 5 mil por dia.

“Isso tem que parar. Isso tem que acabar”, disse o pastor Trieber em um vídeo. “Estou pedindo a você neste dia que pare e desista. É assédio fazer isso a uma igreja. […] Você não pode tirar o direito de congregar”, acrescentou.

Em 24 de agosto, o pastor havia vindo a público explicar que a igreja já havia cumprido as diretrizes que proibiam reuniões em locais fechados, pois a congregação considerava que o novo coronavírus era uma ameaça séria.

“Não queria ser responsável por ver as pessoas morrerem”, destacou. “Porque ia ser um ponto de contágio, obedecemos à regra”, relembrou o pastor.

Entretanto, Trieber disse que as mortes reais por conta da pandemia não estão nem perto do que foram projetadas em um condado de mais de um milhão de pessoas, já que 225 pessoas morreram, com quase 100 dessas mortes em lares de idosos. Assim, a igreja decidiu começar a realizar reuniões no templo novamente, mas com distanciamento social e outras medidas preventivas em vigor.

Em resposta, os fiscais colaram papeis impressos com a mensagem “pare e desista” na porta do templo, dizendo que o pastor estava violando deliberadamente a proibição de reuniões internas, bem como de cantar nos cultos. Eles também acusaram a igreja de não adotar nenhum protocolo de distanciamento social em vigor.

“A Igreja Batista North Valley está falhando em evitar que aqueles que assistem, se apresentem e falam nos cultos cantem”, dizia a carta em parte. “O condado entende que cantar é um componente íntimo e significativo do culto religioso. No entanto, especialistas em saúde pública também determinaram que cantar juntos em estreita proximidade e sem cobertura facial transmite partículas de coronavírus”.

As multas na época totalizavam US$ 10 mil. Como a igreja continuou a realizar cultos internos – e com cantos – e não apresentou um protocolo de distanciamento social ao Município, outro edital com multas foi afixado na porta do templo. As autoridades decidiram continuar dobrando a multa do protocolo até chegar a US $ 5 mil por dia.

O pastor garantiu que não suspenderá os cultos, e os fiscais disseram que o templo só poderá receber 60 pessoas por celebração. Agora, o líder evangélico afirma que ele não sabe como acomodar os milhares que frequentam a igreja: “Não vamos fechar esta igreja. Não sei quais serão as consequências da sua parte, mas sei que a América não quer que isso aconteça em seu país e nesta igreja”, reiterou.



Gospel Mais

ÚLTIMOS POSTS

0
Adoraria sua opinião, por favor, comente.x
()
x