Cantora gospel Amanda Ferrari revela traição, uso de drogas e ameaças de ex-marido

Share on facebook
Share on twitter
Share on email
Share on whatsapp
Share on linkedin

A cantora gospel Amanda Ferrari, dona dos sucessos como “Vai Ter Virada” e “Tudo Novo” revelou detalhes do fim do seu casamento. Ela acusou o ex-marido de gastar seu patrimônio, além de ameaçá-la. Além disso, afirmou que foi traída pelo ex-companheiro.

Segundo uma reportagem do site Metrópoles, Amanda Ferrari conheceu o inferno após se divorciar em 2016 do Gunnar Vingren Salustiano de Souza. O homem inclusive era seu empresário, administrando a carreira da artista.

Amanda Ferrari fez bastante sucesso antes de 2016. Vendeu mais de 800 mil discos, foi indicada a vários prêmios e teve suas músicas tocadas em diversas rádios pelo Brasil. Além disso, era constantemente convidada para cantar em dezenas de igrejas evangélicas, além de shows. Mas, a musicista acusa o ex de se apropriar do dinheiro conquistado com a venda de CDs e dos shows que ela fez.

TRAIÇÃO E DIVÓRCIO

Segundo Amanda, o dinheiro e bens conquistados por ela eram administrados pelo ex-marido. No entanto, o comportamento do companheiro começou a mudar depois que ela engravidou, inclusive descobriu que o ex se envolvia com outras mulheres. Ele passou a sair de casa, voltar só no dia seguinte e a apresentar um comportamento mais violento em casa.

“Quanto mais eu ganhava dinheiro, mais poder ele tinha. Mulherada… Ele era um cara muito bonito. E aí a gente começou a ter problemas de traição. Ele teve um casal de gêmeos com outra mulher, em 2016, enquanto ainda estávamos juntos”, revelou ela que disse que em crise, o casal chegou a se separar algumas vezes.

“Eu achava que Deus poderia restaurar meu casamento, eu tinha isso. Da última vez que voltamos, achei drogas no quarto. Ele ficou violento comigo e com meu filho”, disse Amanda.

O casal então se separou em 2016 e o divórcio aconteceu em 2019. O filho ficou sob a guarda de Amanda, mas a artista revelou que Guna — como é conhecido o ex-marido – não paga pensão.

“Quando eu larguei dele, ele me deixou com R$ 11 na conta! Eu não tenho nome limpo, não tenho cartão de crédito! Ele acabou com a minha vida financeira e com a minha vida afetiva”, relata.

AMANDA FERRARI E LEI MARIA DA PENHA

Temendo que o ex possa fazer algo com ela e seu filho, Amanda Ferrari procurou a polícia e conseguiu uma medida protetiva contra Guna , baseada na Lei Maria da Penha, apesar de nunca ter sido agredida.

“Ele nunca me bateu, mas é uma violência psicológica muito alta! Ele expõe vídeos de brigas nossas na internet, pra mostrar que eu sou descontrolada”, conta.

Porém, a cantora revelou que a casa em que a ela vive com o filho, em Americana, no interior de São Paulo, é o motivo para o clima bélico que se instaurou entre o ex-casal. Isso porque, ela tem recebido inúmeras ameaças do ex, que exige a venda do imóvel. Amanda resiste e afirma não ter para onde ir.

Procurado pelo site Metrópoles, Gunnar Vingren de Souza negou todas as acusações.

PRISÃO EM 2017

Vale lembrar que Gunnar Vingren ficou preso por 12 dias no Centro de Detenção Provisória (CDP) na cidade de Americana no interior de São Paulo em 2017. Ele havia publicado no Facebook sobre sua prisão, mas apagou o post horas depois sem dar maiores detalhes.

Na época, tanto Gunnar e Amanda Ferrari não quiseram falar sobre o assunto. Mas, a cantora afirmou na ocasião que estava sofrendo com os ataques do ex-marido na internet. No entanto, alegou que não poderia se defender já que havia um processo tramitando contra ele, porém, os detalhes não poderiam ser revelados devido ao “Segredo de Justiça”.



Portal do Trono

ÚLTIMOS POSTS