Casal de pregadores da teologia da prosperidade terá ascensão e queda contadas em filme

Share on facebook
Share on twitter
Share on email
Share on whatsapp
Share on linkedin

Casal Tammy Faye Bakker e Jim Bakker pregavam a teologia da prosperidade.

Um filme sobre um casal de televangelistas pregadores da teologia da prosperidade será lançado em breve com os atores Jessica Chastain e Andrew Garfield interpretando Tammy Faye Bakker e Jim Bakker.

Tammy e Jim exerceram enorme influência nos Estados Unidos durante os anos 1970, quando fundaram a organização PLT (Praise The Lord, que em tradução do inglês significa Louvai ao Senhor), e se tornaram milionários na década seguinte, quando construíram um império de comunicação que arrecadava US$ 130 milhões anualmente no auge e alcançava 13 milhões de casas diariamente.

O casal se tornou famoso nos EUA muito por conta da simpatia de Tammy, que se valia de uma expressão chorosa ao pedir doações, convidando os telespectadores a abrirem os corações a Jesus e financiarem a PLT.

A queda

Após anos de ascensão, escândalos sexuais e financeiros derrubaram o casal. Primeiro, a Receita começou a investigar se o casal de televangelistas estariam usando seu ministério isento de pagamento de impostos para custear um estilo de vida glamouroso e extravagante, com muitas casas, empregados, carros de luxo, joias e até uma casa de cachorro com ar-condicionado.

Quando os apoiadores da PLT souberam do vício de Tammy em remédios de tarja preta, e posteriormente, uma acusação de estupro pesou contra Jim, o império do casal começou a ruir.

Antes do final da investigação, ele deixou a PTL, em 19 de março de 1987, admitindo que teve um encontro sexual em 1980 com Jessica Hahn, ex-secretária da igreja em Nova York que depois vendeu sua história e posou nua para a revista Playboy.

Quando os problemas se multiplicaram, a PTL foi tomada pelo pastor rival Jerry Falwell, que Jim Bakker culpou pelo colapso da organização. Condenado a 45 anos de prisão, ele teve a sentença reduzida para 18 anos em agosto de 1991, sendo preso no ano seguinte.

Tammy Faye, depois de inúmeras declarações de lealdade a Jim, divorciou-se dele e casou com Roe Messner, magnata cristão do setor de construção. Em 2007 ela morreu em consequência de um câncer no cólon.

Jim cumpriu sua sentença e, ao deixar a prisão, fundou um novo programa de TV, chamado Jim Bakker Show, e se casou com Lori Bakker. Mantendo o mesmo estilo extravagante, o televangelista já prometeu a cura de DSTs através de um gel de prata e, recentemente, se envolveu em polêmicas sobre a pandemia do novo coronavírus.

O filme

O longa-metragem The Eyes of Tammy Faye, ainda sem título em português, é inspirado no documentário homônimo dirigido por Fenton Bailey e Randy Barato. Além de Jessica Chastain e Andrew Garfield, os atores Cherry Jones e Fredric Lehne são destaque no elenco.

“Fiquei muito impressionada com ela e sua história. O que eu mais amei em Tammy é sua capacidade de amar. Ela sabia o que era não se sentir importante e não queria que ninguém experimentasse isso”, disse a atriz protagonista, conforme informações do Omelete.

Fonte: Gospel Mais




Folha Gospel

ÚLTIMOS POSTS