Cem ovelhas: Parábola e seu contexto

Share on facebook
Share on twitter
Share on email
Share on whatsapp
Share on linkedin

A Parábola das Cem Ovelhas possui uma profundidade enorme e que pode, inclusive, ser considerada de complexo entendimento. Ela traz uma mensagem dual, já que aparentemente está direcionada a um público específico, mas no final ela foi feita para outro grupo de pessoas.

A parábola das cem ovelhas traz reflexões invisíveis àqueles que têm o coração fechado para Deus.

Quer extrair o máximo potencial da Parábola das Cem Ovelhas? Continue a leitura deste artigo e fortaleça ainda mais o seu vínculo com Deus através do conhecimento e da graça recebida. Leia agora!

Após ler esta mensagem, aproveite para ler também:

A parábola das cem ovelhas e o seu contexto

Em uma explicação breve do contexto, a parábola começa quando contam o ambiente ao redor de Jesus antes de começar a parábola, trazendo a tona dois grupos de personagens iniciais: os publicados e pecadores que se aproximavam de Jesus para escutá-lo.

Após isso, citam mais dois grupos de personagens no contexto: os fariseus e os escribas, que criticam Jesus por receber e comer com publicanos e pecadores. É então que Jesus conta a seguinte parábola:

“Que homem dentre vós, tendo cem ovelhas, e perdendo uma delas, não deixa no deserto as noventa e nove, e não vai após a perdida até que venha a achá-la? E achando-a, a põe sobre os seus ombros, gostoso; E, chegando a casa, convoca os amigos e vizinhos, dizendo-lhes: Alegrai-vos comigo, porque já achei a minha ovelha perdida. Digo-vos que assim haverá alegria no céu por um pecador que se arrepende, mais do que por noventa e nove justos que não necessitam de arrependimento”(Lucas 15:1-7).

Interpretando as palavras de Jesus

Em linhas gerais, podemos dizer que Jesus queria falar sobre a benevolência de Deus, que assim como o pastor que se alegrou pela ovelha perdida que voltou ao rebanho junto com as outras 99, ele abraça qualquer pecador que demonstra arrependimento sincero diante dEle.

Porém, como sabemos, Deus escreve certo por linhas tornas, não é verdade? Pois então, seria tolo pensar que essa é a única mensagem presente na Parábola das Cem Ovelhas.

As parábolas contadas por Jesus eram direcionadas àqueles que realmente abriam os seus corações ao Senhor, que demonstravam amor pelo Pai. Acontece que os publicanos e pecadores, naquela época, eram vistos como o povo que não entendia a “Lei”, ou seja, a Palavra de Deus.

Por outro lado, os fariseus e escribas eram considerados o povo que entendia a “Lei”, que possuíam conhecimento da Palavra. Porém, de que adiantou ter o conhecimento, se criticaram Jesus por ter recebido e comido com aqueles que não possuíam o mesmo nível de compreensão que eles?

Justamente por serem entendedores da Lei, deveriam ver os publicados e pecadores como irmãos e não como pessoas inferiores.

É por isso que a Parábola das Cem Ovelhas possui um significado escondido: os fariseus e escribas eram as 99 ovelhas obedientes, mas que não deram a Deus a alegria de ter um arrependimento sincero, como os pecadores e publicanos que estavam reunidos e escutando a Palavra de Deus.

A mensagem principal da Parábola das Cem Ovelhas é que Deus é tão benevolente que se alegra e abraça todos aqueles que demonstram arrependimento. Mas não é por isso que devemos ignorar a outra mensagem: ter conhecimento da Palavra de Deus não torna nenhum servo um não-pecador.

Irmãos, sejamos humildes e apenas assim conseguiremos transmitir aos outros o verdadeiro coração de Deus. Assim como na Parábola das Cem Ovelhas, devemos praticar tanto o estudo, como a servidão e arrependimento que o Senhor espera de nós.

Compartilhem esse texto com seus amigos de fé e curta a nossa página para não perder nenhuma reflexão.

Mensagem Biblica

ÚLTIMOS POSTS