Cláudio Claro, do Ministério Tabernáculo de Davi, morreu aos 60 anos

Share on facebook
Share on twitter
Share on email
Share on whatsapp
Share on linkedin

Morreu o pastor e compositor Cláudio Claro, aos 60 anos de idade, vítima das complicações de um câncer raro.

Cláudio Claro era líder do Ministério Tabernáculo de Davi e, em maio deste ano, havia sido diagnosticado com câncer nas vias biliares. Ele faleceu no último sábado, 18 de setembro, no Hospital Universitário Clementino Fraga Filho (HUCFF), zona norte do Rio de Janeiro.

Ao longo de sua carreira e ministério, compôs músicas conhecidas do público evangélico como Videira, Pão da Vida e Libertador, dentre outras.

De acordo com informações da rádio 93 FM, nas últimas duas semanas ele teve seu estado de saúde agravado devido à doença.

Durante sua luta contra o câncer, compôs músicas terapêuticas e no último dia 03 de setembro, lançou um álbum digital intitulado “Doutor Jesus”, com essas canções, em todas as plataformas de streaming.

O próprio pastor contou, em sua redes sociais, que trabalhar nesse álbum o proporcionou “um tempo de felicidade, mesmo em meio a tantas tribulações”, e que as faixas eram um “relato de grandes manifestações do Espírito Santo no HUCFF.”

Em sua conta no Instagram, a família divulgou uma nota comunicando seu falecimento:

“Queridos irmãos, é com muito pesar que comunicamos o falecimento do Cláudio. Como muitos sabem, em maio foi diagnosticado um câncer nas vias biliares e nas duas últimas semanas o estado dele se agravou por complicações do próprio câncer. Agradecemos imensamente o tempo que pudemos conviver com ele e por termos sido presenteados com belíssimas canções e melodias. Devemos sempre lembrar que cremos na vida eterna, e com certeza o pai, marido, tio e amigo Cláudio Claro já está ao lado do nosso Senhor e salvador Jesus Cristo em sua nova vida”.

Gospel Mais

ÚLTIMOS POSTS