Como fazer devocional com crianças? Influenciadora de ensino cristão dá dicas aos pais

Share on facebook
Share on twitter
Share on email
Share on whatsapp
Share on linkedin

Com a pandemia da Covid-19 e a suspensão de cultos presenciais, as crianças de famílias cristãs ficaram sem a Escola Bíblica Infantil (EBI) e muitos pais perceberam a necessidade de ensinar os filhos em casa, através de devocionais e cultos domésticos.

Em live do Guiame, a influenciadora de ensino cristão, Amanda Bravo, conversou sobre o tema e deu dicas práticas para os pais fazerem o devocional diário com as crianças.

Ilustradora profissional e pioneira do Bible Journaling (método criativo de estudar a Bíblia) no Brasil, Amanda sempre destacou a importância do devocional na vida do cristão. Agora, com o nascimento do primeiro filho, ela tem compartilhado com outros pais dicas de como discipular as crianças, em suas redes sociais.

Para a comunicadora, de acordo com a Bíblia, os principais responsáveis por ensinar a Palavra de Deus aos filhos são os pais e não a igreja e os professores da Escola Bíblica.

“A família tem um papel fundamental, sempre teve e sempre terá. Por mais que tenhamos o suporte da igreja, a responsabilidade primária sempre vai ser dos pais. A igreja existe para abraçar sua família, pra dar ferramentas e instrução. Às vezes, o contato entre a igreja e as crianças acontecerá apenas uma vez por semana. Mas, a espiritualidade dos nossos filhos não pode se resumir a um único dia, então diariamente nós precisamos plantar no coração deles as sementinhas da Palavra de Deus”, afirma Amanda.

Ensinando a priorizar o relacionamento com Deus

A influenciadora acredita que a família cristã deve priorizar seu relacionamento com o Senhor todos os dias, criando o hábito de realizar devocionais diariamente, já que a Palavra de Deus é o nosso alimento espiritual.

“Todos os dias, o que precisamos fazer para sobreviver? Quais os principais cuidados que, como pais, precisamos ter com os filhos diariamente? Precisamos alimentá-los, mantê-los limpos e cuidar do lugar onde irão dormir. Essas são as nossas responsabilidades básicas. E, muitas vezes, não encaramos a espiritualidade com a mesma seriedade. Quando entendemos que a Palavra de Deus é o alimento para sobreviver espiritualmente, percebemos que não basta uma vez por semana, todos os dias precisamos colocar na mente de nossos filhos quem Deus é e o que Ele fez por nós”, explica.

Dicas práticas para o devocional com crianças

Amanda orienta que o devocional com crianças precisa ser simples, objetivo e não pode ser enfadonho: “É um momento alegre, um momento feliz da família”. O culto tem que ter três partes: louvor, história bíblica e oração.

A comunicadora esclarece que as crianças precisam de recursos lúdicos para assimilar os ensinamentos, para isso os pais podem fazer uma cesta do culto familiar, onde ficam separados materiais que serão utilizados durante o devocional, como instrumentos musicais infantis para o louvor, fantoches de personagens bíblicos e visuais para contar as histórias, e Bíblia infantil.

Amanda diz que os materiais da cesta podem ser trocados a cada mês e os recursos visuais podem ser feitos em casa com materiais simples como EVA, feltro e papelão. A dica da influenciadora é buscar tutoriais no YouTube, que ensinam de forma fácil como fabricar os recursos.  

O método criativo de ensinar a Bíblia para as crianças vai variar de acordo com a faixa etária e interesse delas, lembra a comunicadora.

Mãe de um bebê, Amanda acredita que os pais devem falar da Palavra desde a gestação e o nascimento, porque há estudos que comprovam que bebês já assimilam informações.

“O nosso trabalho como mães e pais é plantarmos sementes. Diariamente vamos plantando essas sementinhas e quem faz florescer e dar fruto é o Espírito Santo. Na primeira infância, durante os primeiros meses, é o momento da plantação. Pode parecer que não terá fruto por ser um bebê que ainda não interage, mas terá uma colheita no futuro”, afirma.

Ser exemplo: o maior ensinamento

Amanda Bravo destaca também, que os pais ensinam mais através de suas ações do que com palavras e devem atentar para serem exemplos de caráter cristão.

“Se a criança não vê a gente lendo a Bíblia, dificilmente ela vai sentir interesse de ler também. Se antes das refeições, os pais não tem costume de orar, provavelmente os nossos filhos também não terão este hábito. Eles são como esponjas, estão sempre atentos ao que fazemos. Então, vai muito além de orar e ler a Bíblia com eles. É sobre o quanto colocamos em prática os valores cristãos no dia a dia”, diz.

Ser um exemplo para os filhos em todos os momentos da vida é um desafio e por isso os pais precisam do auxílio de Deus, conforme Amanda.

“Precisamos da ajuda do Espírito Santo para fazer isso porque somos falhos, pecadores e por nós mesmos não conseguimos fazer nada”.



Guia me

ÚLTIMOS POSTS