Condenado por estupro de adolescentes, pastor é preso no RJ

Share on facebook
Share on twitter
Share on email
Share on whatsapp
Share on linkedin

A suspeita de estupro de adolescentes levou um pastor à cadeia na cidade de Araruama (RJ). Policiais civis cumpriram um mandado de prisão após sua condenação.

As investigações das acusações ao pastor da cidade de Araruama, localizada na região dos lagos, no Rio de Janeiro, indicaram que ele usava seu carro como uma ferramenta para atrair as vítimas.

O pastor, que não teve a identidade revelada, dava carona para adolescentes que frequentavam a igreja e no trajeto entre a casa delas e o templo, as molestava e abusa sexualmente.

Conforme informações do jornal O Dia, a prisão aconteceu na última quinta-feira, 01 de julho. Os policiais do 118° DP do RJ e cumpriram o mandado, expedido após condenação a 10 anos e 9 meses de prisão por estupro de vulnerável.

Agressões

Três policiais militares que agrediram um homem que portava uma Bíblia em Aquidauana (MS) foram condenados a 3 meses e 18 dias de detenção, inicialmente em regime aberto.

O caso ocorreu em 01 de março de 2017, quando os três PMs realizavam uma patrulha e fizeram a abordagem. Eles usaram a Bíblia que o homem portava para desferir golpes na cabeça, e um deles o esganou.

Em seguida, os três liberaram o rapaz, que prestou queixa. Um exame de corpo de delito comprovou as agressões, e o Ministério Público denunciou os policiais por ofenderem a integridade corporal ou saúde de outrem, estando em serviço.

De acordo com o Midiamax, os policiais deverão prestar serviços comunitários, em instituição beneficente, e comparecer mensalmente em juízo. No período, eles também não podem ser presos ou processados, mudar de endereço ou frequentar bares, devendo se recolher até as 22h00.

Gospel Mais

ÚLTIMOS POSTS