Conselhos grandiosos – Pregações e Estudos Bíblicos

Tema:
ESTUDO
BÍBLICO
 

Provérbios 23

Introdução: Em
Provérbios 23 aprendemos sobre grandes conselhos dos sábios colecionados no
bloco do capítulo 22.17 até 24.22. No capítulo 23 encontroamos 13 destes ‘provérbios
dos sábios’
.

Esboço de Provérbios 23

A Sabedoria traz grandes conselhos sobre:

23.1-11: Comportamento

23.12-18: Sentimentos

23.19-28: Família

23.29-35: Vícios

O ensino da sabedoria traz conselhos grandiosos
par nossa vida, mostrando desde um simples comportamento até aos sentimentos,
em relacionamentos familiares e também sobre o perigo dos vícios.

Vamos aprender em Provérbios 23 sobre os
grandes conselhos da sabedoria:

 

1- Conselhos sobre COMPORTAMENTOS: Provérbios 23.1-11

1 Quando você se assentar para comer com um
governador, leve bem em conta quem está diante de você.

2 Encoste uma faca na sua própria garganta, se
você é glutão.

3 Não cobice os pratos deliciosos que ele serve,
porque essa comida é enganadora.

4 Não se fatigue para ficar rico; não aplique
nisso a sua inteligência.

5 Você quer pôr os seus olhos naquilo que não é
nada? Porque certamente a riqueza criará asas, como a águia que voa pelos céus.

6 Não coma o pão do invejoso, nem cobice os seus
pratos deliciosos.

7 Porque, como imagina em sua alma, assim ele é.
Ele diz: “Coma e beba!”, mas não está sendo sincero.

8 Você vomitará o bocado que comeu e terá desperdiçado
as palavras amáveis que falou.

9 Não fale com um tolo, porque ele desprezará a
sabedoria das suas palavras.

10 Não remova os marcos antigos, nem entre nos
campos dos órfãos,

11 porque o Redentor deles é forte e defenderá a
causa deles contra você.

O texto começa com vários conselhos sobre
comportamentos, desde como se portar em uma refeição durante uma festa, na
presença de autoridades (
v.1-3),
também sobre a ganância de pessoas interesseiras (
v.4,5),
sobre não ter inveja (
v.6,7),
ter cuidado com as palavras (
v.8,9) e respeitar
as pessoas (
v.10,11).

Nosso comportamento marca o que somos, por isso
precisamos buscar a sabedoria de Deus para nos ajudar a viver melhor. Sem a
sabedoria fazemos muitas coisas erradas e temos consequências negativas. Expressar
palavras bonitas apenas, não significa que uma pessoa seja sábia, mas suas
atitudes sim.

A Sabedoria muda o nosso comportamento!

 

2- Conselhos sobre SENTIMENTOS: Provérbios 23.12-18

12 Aplique o seu coração ao ensino e os seus
ouvidos às palavras do conhecimento.

13 Não deixe a criança sem
disciplina, porque, se você a castigar com a vara, ela não morrerá.

14 Você a castigará com a vara
e livrará a alma dela do inferno.

15 Meu filho, se o seu coração
for sábio, também o meu coração se alegrará;

16 o meu íntimo exultará, quando
os seus lábios falarem coisas retas.

17 Não tenha inveja dos
pecadores; pelo contrário, persevere no temor do Senhor todo tempo.

18 Porque certamente haverá um
futuro, e a sua esperança não será frustrada.

Conter os sentimentos e vontades é o próximo
alvo da sabedoria através de seus conselhos diretamente para o coração (
v.12 e 14),
até mesmo para uma criança (
v.13). As
nossas palavras são carregadas de emoções (
v.16)
porque
“a boca fala do
que o coração está cheio”
(Lucas 6.45).
mas os bons sentimentos como a esperança de um futuro melhor nos ajudam alimentar
emoções positivas (
v.18).

Os sentimentos que temos às vezes são mais
fortes que nós e não conseguimos controlar nem mesmo entender. Por isso a
sabedoria traz o equilíbrio entre o que sentimos e o que pensamos, para nos
ajudar a ter o controle de nossas reações.

A Sabedoria trata nossos sentimentos!

 

3- Conselhos sobre FAMÍLIA: Provérbios 23.19-28

19 Escute, meu filho, e seja
sábio; guie o seu coração no caminho reto.

20 Não se junte com os
beberrões nem com os comilões,

21 porque os beberrões e os
comilões acabam na pobreza, e a sonolência os levará a vestir trapos.

22 Escute o seu pai, que o
gerou, e não despreze a sua mãe, quando ela envelhecer.

23 Compre a verdade e não a venda;
compre a sabedoria, a instrução e o entendimento.

24 O pai de um justo fica
muito feliz, e quem gerar um filho sábio terá nele a sua alegria.

25 Dê essa alegria ao seu pai e
à sua mãe, e que se encha de felicidade aquela que o deu à luz.

26 Meu filho, preste bem
atenção no que eu digo, e que os seus olhos se agradem dos meus caminhos.

27 Pois uma prostituta é como
uma cova profunda, e a mulher estranha é como um poço estreito.

28 Como assaltante, ela fica à
espreita e multiplica entre os homens os infiéis.

Os relacionamentos familiares também são tema
dos conselhos em provérbios. O leitor frequentemente é chamado de filho (
v. 15, 19, 24 e 26),
com palavras fraternais como um pai que deseja sempre ensinar o que é melhor e
chama para ouvir suas palavras de experiência (
v.22 e 25, 26).  

Também é importante evitar relacionamentos
errados, que não trazem edificação (
v.20,21),
bem como que induzem ao pecado (
v.27,28), falar
sempre a verdade (
v.23) e
acima de tudo valorizar a família (
v.25). Viver
em família não é fácil, mas sem o apoio dela tudo é pior, então precisamos
superar as dificuldades e vivenciar o amor em nosso lar.

A Sabedoria ajuda os relacionamentos familiares!

 

4- Conselhos sobre VÍCIOS: Provérbios 23.29-35

29 Para quem são os ais? Para
quem são os pesares? Para quem são as rixas? Para quem são as queixas? Para
quem são os ferimentos sem motivo? E para quem são os olhos vermelhos?

30 Para os que se demoram em
beber vinho, para os que andam buscando bebida misturada.

31 Não olhe para o vinho, quando
se mostra vermelho, quando resplandece no copo e desce suavemente.

32 Pois no fim morderá como a
cobra e picará como a víbora.

33 Os seus olhos verão coisas
esquisitas, e o seu coração o levará a dizer coisas perversas.

34 Você será como o que se
deita no meio do mar e como o que se deita no alto do mastro do navio.

35 Você dirá: “Fui espancado,
mas não doeu; bateram em mim, mas eu não senti nada! Quando vou despertar? Então
voltarei a beber.”

O texto conclui alertando sobre o perigo dos
vícios, enfatizando a embriaguez como um sério problema social. Várias
perguntas são apresentadas (
v.29) e
a resposta é que o vício não vale a pena (
v.30-35),
comparando com a picada de uma cobra (
v.32) e
com quem pensa que pode se deitar em alto mar pensando que não vai afundar ou
no alto do mastro de um navio tentando se equilibrar (
v.34).

O problema dos vícios é que eles tiram a capacidade
da pessoa de refletir e escolher entre o bem e o mal, afetando diretamente a
sua consciência, impedindo a atuação da sabedoria (
v.33) e
trazendo consequências terríveis (
v.35).

A Sabedoria alerta sobre o perigo dos vícios!

 

Aceite o conselho da Sabedoria!

CONCLUSÃO

Provérbios 23.12Aplique o seu
coração ao ensino e os seus ouvidos às palavras do conhecimento.

A sabedoria nos chama para aprender e crescer
cada dia mais com seus conselhos grandiosos, que nos ajudam a viver em paz.
Para isso, a sabedoria precisa preencher em nosso íntimo profundamente com o conhecimento
que leva ao saber e então o resultado alcançará todos os níveis de nossas
vidas.

Lições em Provérbios 23

Comportamento:
Provérbios 23.1-11

Sentimentos:
Provérbios
23.12-18

Família:
Provérbios
23.19-28

Vícios:
Provérbios
23.29-35

O vigésimo
terceiro capítulo de Provérbios ensina sobre grandes conselhos práticos da
sabedoria para nossa vida, ensinando sobre comportamentos, sentimentos,
relacionamentos familiares e alertando sobre o perigo dos vícios que tiram
nossa capacidade de saber.

A Sabedoria traz bons conselhos!

 

Veja
mais em:

______________________________

Citações Bíblicas: NAA Nova Almeida Atualizada, Sociedade
Bíblica do Brasil. 



Fonte: Esboçosermão

ÚLTIMOS POSTS