Cristãos chineses que viajaram para conferência evangelística são presos

Share on facebook
Share on twitter
Share on email
Share on whatsapp
Share on linkedin

O regime comunista prendeu um grupo de cristãos chineses que viajou à Malásia para participar da conferência de um renomado evangelista e missionário oriundo da China e exilado no exterior.

Tang Chong Rong, fundador de um ministério missionário e conhecido por realizar cruzadas evangelísticas, ficou conhecido por pregar em Hong Kong, a ilha que o governo chinês impôs restrições de manifestações políticas e religiosas.

Como Chong Rong se tornou conhecido entre os cristãos chineses, muitos viajam para ouvi-lo pregar, e segundo a organização Bitter Winter, um grupo que viajou em 2020 para participar de uma conferência e comprar livros do evangelista foi preso.

As autoridades alegaram que os cristãos haviam “cruzado ilegalmente a fronteira” e feito “contrabando de literatura ilegal” para a China.

No dia 28 de julho de 2021, cinco homens da cidade de Fenyang, ligados às igrejas domésticas da província de Shanxi, chamados Zhang Ligong, Zhang Yaowen, Wang Runyun, Wang Shiqiang e Song Shoushan, foram presos.

Embora a notícia da prisão tenha vindo a público apenas recentemente, o indiciamento se deu por conta de sua participação na conferência do evangelista Chong Rong na Malásia.

Em 21 e 22 de novembro do ano passado, outros dois cristãos, An Yankui e Zhang Chenghao, foram detidos pelo Departamento de Segurança Pública do Condado de Luliang em Fenyang, sob as mesmas acusações.

Yankui e Chenghao são membros da Igreja Reformada Shanxi Hui Cheng, e no dia 28 de dezembro, a prisão dos dois formalizada, com os demais cinco réus também tendo iniciado o processo criminal contra eles.

Gospel Mais

ÚLTIMOS POSTS