Cristãos das ilhas mais remotas do mundo anseiam pela tradução da Bíblia em sua língua

Share on facebook
Share on twitter
Share on email
Share on whatsapp
Share on linkedin

Os cristãos das ilhas mais remotas do mundo estão ansiosos para receber a tradução completa da Bíblia em seu idioma. As Ilhas Marquesas, um grupo de 12 ilhas vulcânicas, estão localizadas no meio do Oceano Pacífico Sul, a cerca de 1.500 km do Tahiti.

O Evangelho chegou às Ilhas, conhecidas por seus picos montanhosos, penhascos e belas baías, no século 19 por missionários protestantes. O cristianismo faz parte da identidade do povo das Ilhas Marquesas e eles se orgulham de seu idioma e sua cultura única, que inclui a arte de tatuagem e esculturas de madeira. 

Em 1995, o Novo Testamento e os Salmos foram traduzidos para a língua marquesa, seguido de uma revisão em 2015. Já a tradução do Velho Testamento iniciou em 1996 e está em andamento até hoje. Durante todos esses anos, os marquesanos têm aguardado a primeira Bíblia na íntegra em seu idioma.

“Nós, ilhéus das Marquesas, somos cristãos há mais de 150 anos, mas ainda não temos a Bíblia completa em nosso idioma”, disse Jacques Mendiola, de 74 anos, ao Eternity News.


Mulheres com o Novo Testamento na língua marquesa. (Foto: YouTube/United Bible Societies).

O cristão Jacques, um professor aposentado que vive na ilha de Hiva Oa, faz parte da equipe local de tradução, que trabalha com o apoio da Sociedade Bíblica do Pacífico Sul. 

“Sou grato a Deus pela oportunidade de ajudar no projeto da Bíblia marquesana nos últimos anos, traduzindo o texto e melhorando seu estilo de linguagem. Somos gratos pelo apoio da Sociedade Bíblica do Pacífico Sul neste importante trabalho”, afirmou ao Eternity News.

Jacques, que tem nove filhos e 20 netos, diz estar feliz em ajudar a preservar sua língua para as gerações futuras. Para o tradutor, a Bíblia inteira em marquesano irá ajudar os cristãos das Ilhas a entender a Palavra de Deus de forma mais profunda.

“Apesar da minha ascendência mista, sinto-me totalmente marquesano e a minha língua materna é a marquesa. Quando leio a Bíblia em francês, é difícil de entender devido ao meu conhecimento limitado da língua francesa”, explicou ele.

“Quando meus netos lerem a Bíblia em francês e descobrirem que não conseguem entendê-la completamente, eles poderão recorrer à Bíblia marquesana. Esta tradução servirá de base para o idioma e ajudará os jovens a dominá-lo”.

Atualmente, o trabalho de tradução do Velho Testamento está prestes a ser concluído.  Entretanto, a verificação final foi adiada devido a pandemia do Covid-19.


Jacques (no meio, sentado) com os outros membros da equipe de tradução. (Foto: YouTube/United Bible Societies).

Guia me

ÚLTIMOS POSTS