Cristãos são espancados e obrigados a comerem a Bíblia na Venezuela

Share on facebook
Share on twitter
Share on email
Share on whatsapp
Share on linkedin

Um centro de recuperação para dependentes químicos mantido por uma igreja evangélica na Venezuela foi atacado por um grupo de criminosos que obrigou as pessoas no local a comerem página da Bíblia, além de torturá-las.

Ao todo, quatro pessoas ficaram feridas com lesões graves na cabeça, braços e costas. Outros tiveram fraturas ou foram marcados à faca com um “X” na pele. O grupo de criminosos obrigou alguns dos fiéis a comerem páginas da Bíblia Sagrada antes de serem jogados no chão com os rostos cobertos e serem espancados com paus e pedras.

O relato do ataque de intolerância religiosa tornou-se notícia internacional depois que um áudio de uma das vítimas foi compartilhado nas redes sociais. A pessoa contou ainda que os criminosos estavam armados.

De acordo com informações da rádio 93 FM, o pastor responsável pelo centro de recuperação, identificado com Dugarte, afirmou que os cristãos agredidos são pessoas em processo de recuperação da dependência química, e que desconfia que os agressores sejam integrantes de grupos contrários ao trabalho social realizado pela igreja, com foco em recuperação de pessoas perdidas nas drogas.

O sacerdote teme que os familiares das pessoas que estão no abrigo também enfrentem agressões. O pastor foi intimado pelos agressores para entregar uma lista dos que estavam no centro de reabilitação, mas se recusou a cumprir a exigência.

A diretoria do Conselho Evangélico da Venezuela pediu oração pela recuperação dos feridos e pelo pastor Dugarte, que ficou psicologicamente abalado pelos danos causados às pessoas e à estrutura do centro de recuperação, e também por temer que a continuidade do ministério esteja sob risco.



Gospel Mais

ÚLTIMOS POSTS