Croácia sofre 2 terremotos seguidos e missionário pede orações

Share on facebook
Share on twitter
Share on email
Share on whatsapp
Share on linkedin

O pastor Frederico Silva, missionário na Croácia, pediu orações pela situação do país e também por ele e a família, após os terremotos registrados ontem, 28 de dezembro, com 5,2 graus na escala Richter, e outro na manhã desta terça, com 6,3 graus.

O Serviço Geológico dos Estados Unidos (USGS) informou que o tremor da última segunda-feira teve epicentro em uma área 8 quilômetros a oeste da cidade de Petrinja. A região fica a cerca de 50 quilômetros ao sudeste da capital do país, Zagreb.

De acordo com informações da CNN Brasil, a televisão estatal croata usou dados do Centro Sismológico do Mediterrâneo Europeu para confirmar o tremor. Já o USGS indicou que a origem do terremoto se deu a 10 quilômetros de profundidade.

Frederico Silva, que está na Croácia em missão, relatou que o primeiro tremor ocorreu bem cedo: “Fomos acordados às 6h28 da manhã, com um terremoto muito forte. Sentimos bastante, o nosso apartamento tremeu muito. A intensidade foi grande, muito maior que o de março. Pedimos as suas orações por mim, por Darleide, por Fabiane, pelos irmãos, pela Igreja da Croácia, pelo povo croata. Que o Senhor esteja nos guardando, que esteja guardando esta nação”, comentou.

Em março, o tremor em Zagreb alcançou 5,3 graus, e a situação se tornou complexa por conta do confinamento imposto pelas autoridades por conta da pandemia de covid-19.

O depoimento do pastor Frederico, gravado ontem, adiantava uma expectativa que se confirmou nesta terça-feira, 29 de dezembro: “Há uma previsão dos sismólogos de outro terremoto enorme, de 8,0 na escala Richter e, segundo eles, poderia até destruir Zagreb […] Mas nós sabemos, irmãos, que Deus é quem controla os tempos e as épocas. Então, contamos com as orações dos santos da Igreja aí no Brasil”, comentou.

Conforme o portal Terra, o terremoto desta terça ocorreu novamente em Petrinja, derrubando edifícios na cidade e danificando outros também em Zagreb e Sisak. A intensidade deste segundo tremor foi tão grande que ele foi detectado pelo Instituto Nacional de Geofísica e Vulcanologia (INGV) da Itália, que emitiu alertas em toda a costa do Mar Adriático, de Trieste a Abruzzo.

Há relatos de que o reflexo do terremoto foi sentido nas cidades italianas de Bolzano, Nápoles e na região do Vêneto. Os bombeiros, no entanto, apontam que não há danos nestes locais.

Edifícios danificados e tráfego interrompido pelo terremoto; Foto: reprodução/Google



Gospel Mais

ÚLTIMOS POSTS

Seu Você Oposto

Mateus foi um apóstolo, um autor de um dos evangelhos. Mas, antes que dele ser Mateus, ele foi Levi, um judeu que trabalhou para a

Leia Mais »