Derek Carr: em boa fase, jogador rejeita elogios: ‘Quero glorificar a Deus’

Share on facebook
Share on twitter
Share on email
Share on whatsapp
Share on linkedin

O jogador cristão da NFL, Derek Carr, está no centro dos holofotes da mídia esportiva nos EUA por conta do sucesso do Las Vegas Raiders nesta edição da liga, mas aproveitou a oportunidade para, mais uma vez, glorificar a Deus.

Derek Carr não se comporta como apenas mais um daqueles atletas cristãos “nominais” que usam as câmeras depois de uma vitória reproduzindo frases religiosas. De acordo com o portal Charisma News, quando ele diz algo sobre o Senhor Jesus Cristo em público, ele fala sério.

Após a vitória dos Raiders por 31×28 contra o Miami Dolphins no último domingo, 26 de setembro, o quarterback – que alcançou alta média de passes certos e posse de bola – explicou por que ele e sua equipe tiveram tanto sucesso nesta temporada.

“Toda a autovangloria, essas coisas são passageiras. Já passei por isso. Deus me levou a um lugar onde tudo o que eu quero fazer é glorificá-lo, e onde quer que Ele vá, é para onde eu quero ir. Então, se for uma vitória, ótimo. Se não, eu ainda vou glorificá-lo”, disse Carr.

Ele e seu time venceram três jogos consecutivos no início da temporada, algo que não acontecia com os Raiders desde 2002. E o quarterback reitera que esse momento não é mérito seu, mas sim, uma dádiva divina.

Antes do início da competição, o quarterback disse à agência de notícias Associated Press que ele é simplesmente abençoado por ser chamado por Deus até mesmo para jogar futebol no mais alto nível.

“Acredito que Deus me deu talentos para estar nesta posição. Qualquer um poderia ser o quarterback aqui, mas, em minha opinião, Ele permitiu que eu fosse o quarterback aqui. E vou continuar a dar a esta coisa tudo o que tenho. Acho que tenho feito isso há sete anos”, disse o atleta.

A emissora Christian Broadcasting Network (CBN News) informou que, logo após entrar na NFL em 2014, Carr compartilhou seu testemunho e “o que o levou a entregar totalmente sua vida a Jesus”.

“Lembro que naquele momento me sentia muito egoísta, tão arrogante, tão convencido. Eu me ajoelhei e foi finalmente naquele momento em que Deus meio que colocou Seu pé na minha garganta e disse: ‘Ei, eu tenho planos especiais para você e você está estragando tudo’”, compartilhou o então novato na NFL.

Já em 2017, quando renovou o contrato com os Raiders tornando-se, à época, o mais bem pago da NFL, Derek Carr declarou seu compromisso de entregar o dízimo à igreja da qual é membro: “A primeira coisa que vou fazer é pagar o meu dízimo como eu tenho feito desde que eu estava na faculdade, recebendo 700 dólares de bolsa. Isso não vai mudar”.

Gospel Mais

ÚLTIMOS POSTS