“Deus levou uma vida para salvar outras”

Share on facebook
Share on twitter
Share on email
Share on whatsapp
Share on linkedin

Kaio Guilherme da Silva Baraúna, de apenas 8 anos, é mais uma criança vítima de bala perdida no Brasil. No dia 16 de abril, enquanto brincava com outras crianças numa festa infantil na Vila Aliança, em Bangu, NA Zona Oeste do Rio de Janeiro, Kaio foi atingido por um tiro na cabeça.

A mãe, a professora Thais da Silva, de 29 anos, passou os oito dias de internação do filho, orando fervorosamente a beira de seu leito no CTI do Hospital Municipal Pedro II. O menino não resistiu e faleceu neste domingo (25).

Mesmo se sentindo devastada, Thais está confiando na vontade e no propósito de Deus na vida de Kaio e a família doará seus órgãos.

“Estamos fazendo o possível para entender os planos de Deus. E, se Deus achou que seria melhor assim, nós aceitamos. Talvez o propósito disso tudo tenha sido salvar outras vidas. O meu filho se foi, mas eu aceitei a doação de órgãos, e sei que esses órgãos vão ajudar outras crianças. Deus levou uma vida para salvar outras”, disse a mãe.

A família fez uma grande corrente de oração nos últimos dias pela recuperação de Kaio Guilherme. A expectativa era de que exames mostrassem que o cérebro da criança ainda possuía fluxo sanguíneo.

“Foi muito, muito, muito doloroso quando recebemos essa notícia, porque a nossa esperança estava grande demais”, confessou Thais. “Os últimos dias foram difíceis, mas sempre mantemos a fé e a esperança de que tudo ia ficar bem. Fizemos muitas orações, uma corrente de orações muito grande, com pessoas de tudo que era lugar. A gente recebeu ligação até de gente de fora do país. Estamos todos devastados. E queremos justiça pela morte dele”, completou.

A morte do menino Kaio Guilherme está sendo investigada pela polícia e a principal hipótese é de que a bala foi disparada por um homem ligado a traficantes da Vila Kennedy.



Fonte: Guia-me

ÚLTIMOS POSTS