Em 2021, você foi até a falha?

Share on facebook
Share on twitter
Share on email
Share on whatsapp
Share on linkedin

2021 está acabando e nem vou definir esses 365 dias, porque para cada um de nós ele terá diferentes interpretações. Mas certamente cada um de nós precisou romper coisas, lidar com situações diferentes e dedicar tempo e energia para tantas pessoas e coisas.

Tenho uma pergunta que é a temática do texto de hoje: “Você foi até a falha em 2021?”

Explico: Quem costuma fazer atividade física seja na academia ou em casa, entende bem essa expressão: “ir até a falha…”

Fui em busca de uma prima que é personal trainer, para me explicar tecnicamente o que significa ir até a falha em um exercício.

De acordo com Suelena Ferreira, para quem não está acostumado ou nunca ouviu o termo “treinar até a falha concêntrica” (ou apenas “treinar até a falha”) significa fazer chegar ao ponto em que você não consiga mais fazer nenhuma repetição.

Ela disse que ir até a falha é você fazer o exercício até chegar no momento em que seu músculo não vai suportar mais fazer aquela contração. “Se for um agachamento você não vai mais suportar agachar. A perna vai tremer e você vai realmente falhar. Por isso, que o nome é ir até a falha. Não é você parar quando sentir o músculo arder, quando sentir o início do desconforto. Aquilo ali é um sinal que você está ativando as últimas fibras que ainda estão ilesas ali no seu músculo. Ir até a falha você atingirá muito mais fibras, vai esgotar o músculo, porque você usará a total capacidade dele. Esse é um treinamento bem mais avançado, mas é um treinamento que dá muito resultado. Quando nós, como personal, dizemos, vai até a falha que você vai conseguir para o aluno, ele consegue fazer 3, 4 vezes mais o exercício se estivesse sozinho… E estamos ali com ele para isso, para puxar dele o máximo que ele possa executar.” falou Suelena Ferreira.

Talvez, você pense: eu não faço exercícios. Tranquilo. Todos nós ao longo desses últimos dois anos, a nossa maneira, fomos até a falha.

“Porque o exercício corporal para pouco aproveita, mas a piedade para tudo é proveitosa, tendo a promessa da vida presente e da que há de vir.” (I Timóteo 4.8)

O exercício físico para pouco é proveitoso, mas não diz para nada é proveitoso. Então, significa que tem seu valor e devemos saber valorizá-lo.

Mesmo que não faça nenhuma atividade você precisou se superar em muitas coisas e isso é de certa forma, ir até a falha em sua vida.

“Assim, se alguém te forçar a andar uma milha, vai com ele duas.” (Mateus 5.41)

Isso é ir até a falha…

Eu pensando aqui acho que o personal trainer em nosso espírito é o Espírito Santo, ele nos anima, nos diz, vai que você consegue ir mais além, perdoe! Temos um excelente treinador habitando dentro de nós 24 horas por dia. Isso é maravilhoso!

Se você precisou perdoar, abraçar e amar pessoas complexas, difíceis e complicadas, você foi até a falha…

“Se alguém bater em você numa face, ofereça-lhe também a outra. Se alguém tirar de você a capa, não o impeça de tirar a túnica” (Lucas 6.29)

Se você sofreu um tapa e deu a outra face, você foi até a falha…

“Então Pedro aproximou-se de Jesus e perguntou: “Senhor, quantas vezes deverei perdoar a meu irmão quando ele pecar contra mim? Até sete vezes?” Jesus respondeu: “Eu digo a você: Não até sete, mas até setenta vezes sete.” (Mateus 18.21-22)

Se precisou perdoar alguém 70 X 7 sabe bem o que significa ir até a falha em um relacionamento, seja ele qual for.

No exercício físico ir até a falha causa dor, muita dor, não aquela dorzinha inicial, mas quando você sente queimando seus músculos. Nossos músculos espirituais são treinados nesse caminho de ir até a falha e lidar com os nossos sentimentos dói, muitas vezes, dá vontade de desistir, assim como quando estamos começando a fazer exercícios. Pensamos em parar dezenas de vezes, mas quando lembramos dos resultados e da perseverança, seguimos, mesmo com dor.

Em nossa vida, precisamos perseverar, mesmo que esteja doendo algumas coisas e sei que 2021 foi um ano cheio de razões de não desistirmos, mesmo com vontade de parar, exatamente por causa das dores, que para muitos foram intensas, indescritíveis, inexplicáveis… Você conseguiu!

Chegou ao final de 2021 com esforço, força e ânimo para seguir adiante. Assim como os nossos músculos são fortalecidos quando os exercitamos, a nossa maturidade é vista pelo nosso equilíbrio emocional que também pode e deve ser exercitado. Como? Convivendo, lidando com as nossas falhas e a dos que convivemos, perdoando aos outros e a nós mesmos, crescendo, errando, acertando, vivendo…

Na maioria das vezes, vamos até a falha silenciosamente e anonimamente. Sim, tiramos força da fraqueza e nos tornamos pessoas melhores nesse processo de crescimento espiritual. Assim como o nosso corpo necessita de tempo se exercitando para fortalecer os músculos naturais, o nosso espírito precisa de tempo indo até a falha para cerscermos espiritualmente.

Talvez, as pessoas não vejam seu crescimento e está tudo bem! O importante é você se comparar com quem você era ontem e perceber o quanto cresceu. Olhe para as coisas que te estressavam ano passado e observe como essas mesmas coisas não te irritam mais, sabe por quê? Porque você cresceu!

Silenciar em algumas situações que te tiraram do sério e você brigou, esbravejou, murmurou antes, é ir até a falha, e dói…

Mas, se você caminhar e seguir mesmo em meio a falha, a dor, sairá do outro lado bem mais forte, acredite! Uma das melhores sensações que temos é perceber que existem coisas que simplesmente não nos importam mais, não porque as pessoas mudaram, mas porque nós mudamos!

Claro que algumas situações te fizeram gritar por dentro antes da falha e ainda tens um caminho a percorrer nessa área e, está tudo bem, seguiremos nos exercitando fisicamente, emocionalmente e espiritualmente no próximo ano e certamente cresceremos ainda mais.

Tenha paciência consigo mesmo e não desista! Sempre que for preciso, vá até a falha, vai valer a pena!

Por Dione Alexsandra Ferreira – Publicitária, pós-graduada em Comunicação Digital; Professora do Centro de Treinamento Bíblico Rhema; autora dos livros “Superação” e “Jornada para a Liberdade”, publicados pela Editora Reinar e integrante do Departamento de Comunicação do Centro de Operações do Ministério Verbo da Vida.

* O conteúdo do texto acima é uma colaboração voluntária, de total responsabilidade do autor e não reflete necessariamente a opinião do Portal Guiame.

Leia o artigo anterior: Como foi sua construção em 2021?

Guia me

ÚLTIMOS POSTS