Em carta escrita na prisão, cristãos testemunham sua fé: “Servimos Jesus onde estivermos”

Share on facebook
Share on twitter
Share on email
Share on whatsapp
Share on linkedin

Um casal cristão está na prisão, aguardando julgamento, por causa de sua fé em um país perseguido. Em uma carta contrabandeada da prisão enviada a outros irmãos, os crentes disseram que continuam servindo a Jesus mesmo vivendo uma situação de perseguição extrema.

“Estamos escrevendo esta carta para vocês da prisão. Tratamos os presidiários e todos ao nosso redor com o amor que só vem de Cristo Jesus e O servimos onde quer que estejamos. A Deus seja toda a glória e honra”, escreveu a esposa.

O marido e a esposa foram presos por compartilharem o Evangelho e enfrentarem a intolerância religiosa dos próprios familiares e autoridades do país. O casal já foi a julgamento e agora aguardam a sentença final de seu caso. 

De acordo com a International Mission Board (IMB), os julgamentos de cristãos perseguidos são frequentemente adiados e prolongados na esperança que os crentes renunciem à sua fé em Cristo e para que o governo procure mais evidências contra eles. 

Em abril, a cristã escreveu como enfrentaram a provação do julgamento no tribunal.

“O Senhor nos deu força e um rosto feliz e destemido e ficamos diante do diabo com as armas de Deus. E Deus estará conosco até o fim, irmãos e irmãs. Ore por nós sem cessar. Que as bênçãos de Jesus Cristo, o amor de Deus e a comunhão do Espírito Santo estejam com todos vocês”, testemunhou.

Encontrando outros crentes na prisão

Em outra carta enviada pela esposa, ela relata que o marido estava no confinamento solitário e foi transferido para uma cela com outros presos. Os guardas avisaram os presidiários que o marido era cristão e que deveriam ficar distantes dele.

Assim, os encarcerados mandaram o cristão ficar na parte mais suja da cela, próximo ao banheiro, longe de todos. Mas o seguidor de Jesus teve uma surpresa quando outros prisioneiros se aproximaram dele, dizendo que também eram crentes. 

Agora juntos, eles se abraçaram e oraram, fortalecendo um ao outro. Porém, os guardas mandaram o esposo de volta para a solitária. 



Guia me

ÚLTIMOS POSTS