Estudo do Espírito Santo (1)

Share on facebook
Share on twitter
Share on email
Share on whatsapp
Share on linkedin

Introdução: O
Espírito Santo desempenha um papel importante no mundo e em nossa salvação. No
entanto, há tanta superstição e tradição em nossas mentes que é difícil ver
claramente o seu trabalho. É triste que haja tanta confusão e incompreensão
sobre essa Pessoa que está tão envolvida em nossa existência no reino físico e
espiritual. O Espírito Santo é uma personalidade definida e co-eterna com Deus
e Cristo.

A Bíblia não é responsável por nossa confusão, mas nossa dificuldade está nos
pés de mestres religiosos que falharam em tratar o assunto do Espírito de
maneira clara e direta. Há um lado misterioso para Deus, Cristo e o Espírito
Santo, mas há também um lado simples para cada um, que a Bíblia revela. Devemos
procurar entender o trabalho de cada um, conforme descrito na Bíblia.

Nas escrituras de Gênesis 1:2 a Apocalipse 22:17 vemos Deus, a Palavra e o
Espírito Santo como seres divinos vivendo, falando, agindo, influenciando,
abençoando, reconciliando, transformando, amando e glorificando; o Espírito
Santo é apresentado como uma pessoa distinta com toda a personalidade de Deus e
de Cristo.

Ao longo das Escrituras, o Espírito Santo está associado a Deus e a Cristo de
tal maneira a implicar semelhança na natureza e semelhança nos atributos. O
Espírito Santo associa-se a Deus e a Cristo como um ser divino.

I. O Espírito Santo é Mencionado Como Uma Pessoa Distinta

A. Deus Pai, Deus Filho, Deus Espírito Santo são três
personalidades distintas.


Mateus 28:18-20 18 E, aproximando-se Jesus,
falou-lhes, dizendo: Foi-me dada toda a autoridade no céu e na terra. 19 Portanto
ide, fazei discípulos de todas as nações, batizando-os em nome do Pai, e do
Filho, e do Espírito Santo; 20 ensinando-os a observar todas
as coisas que eu vos tenho mandado; e eis que eu estou convosco todos os dias,
até a consumação dos séculos”

Romanos 15:30 “Rogo-vos, irmãos, por nosso Senhor Jesus Cristo e pelo
amor do Espírito, que luteis juntamente comigo nas vossas orações por mim a
Deus”


2 Coríntios 13:13 “A graça do Senhor Jesus Cristo, e o amor de
Deus, e a comunhão do Espírito Santo sejam com todos vós”


1. Batizado no nome de cada pessoa distinta da divindade.

Mateus 28:18-20 18 E, aproximando-se Jesus, falou-lhes,
dizendo: Foi-me dada toda a autoridade no céu e na terra. 19 Portanto
ide, fazei discípulos de todas as nações, batizando-os em nome do Pai, e do
Filho, e do Espírito Santo; 20 ensinando-os a observar todas
as coisas que eu vos tenho mandado; e eis que eu estou convosco todos os dias,
até a consumação dos séculos”


2. Todos os três presentes na criação.

a. Deus estava presente. Gênesis 1:1 “No princípio criou Deus os céus e
a terra”


b. Cristo estava presente. João 1:1-3 1 No princípio
era o Verbo, e o Verbo estava com Deus, e o Verbo era Deus. 2 Ele
estava no princípio com Deus. 3 Todas as coisas foram feitas
por intermédio dele, e sem ele nada do que foi feito se fez” 
– João
1:17-18 “17 Porque a lei foi dada por meio de Moisés; a graça e a
verdade vieram por Jesus Cristo. 18 Ninguém jamais
viu a Deus. O Deus unigênito, que está no seio do Pai, esse o deu a conhecer”


c. O Espírito Santo estava presente. Gênesis 1:2 “A terra era sem
forma e vazia; e havia trevas sobre a face do abismo, mas o Espírito de Deus
pairava sobre a face das águas”.


3. Três mencionados em Gênesis quando Deus disse:
 “Façamos
…”
 – Gênesis 1:26 “E disse Deus: Façamos o homem à
nossa imagem, conforme a nossa semelhança; domine ele sobre os peixes do mar,
sobre as aves do céu, sobre os animais domésticos, e sobre toda a terra, e
sobre todo réptil que se arrasta sobre a terra”.
 – Gênesis
3:22 “Então disse o Senhor Deus: Eis que o homem se tem tornado como um
de nós, conhecendo o bem e o mal. Ora, não suceda que estenda a sua mão, e tome
também da árvore da vida, e coma e viva eternamente”

II. Cada um Desempenhou Uma Parte na Criação.

A. Todas as coisas criadas pela autoridade de Deus.

Gênesis 1:1 “No princípio criou Deus os céus e a terra”
Salmos 33:6 “Pela palavra do Senhor foram feitos os céus, e todo o
exército deles pelo sopro da sua boca”


Deus mandou que fosse criado. Leia Gênesis 1:1-31 e observe
quantas vezes Moisés escreve: “Disse Deus…”

Salmos 148:1-5 1 Louvai ao Senhor! Louvai ao Senhor
desde o céu, louvai-o nas alturas! 2 Louvai-o, todos os seus
anjos; louvai-o, todas as suas hostes! 3 Louvai-o, sol e lua;
louvai-o, todas as estrelas luzentes! 4 Louvai-o, céus dos
céus, e as águas que estão sobre os céus! 5 Louvem eles o nome
do Senhor; pois ele deu ordem, e logo foram criados”.

B. Cristo foi o agente em toda a criação. Cristo criou os elementos brutos
dos quais tudo foi feito.

João 1:1-3 1 No princípio era o Verbo, e o Verbo estava
com Deus, e o Verbo era Deus. 2 Ele estava no princípio com
Deus. 3 Todas as coisas foram feitas por intermédio dele, e
sem ele nada do que foi feito se fez”


A criação foi de Deus através de Cristo.

1 Coríntios 8:6 “todavia para nós há um só Deus, o Pai, de quem
são todas as coisas e para quem nós vivemos; e um só Senhor, Jesus Cristo, pelo
qual existem todas as coisas, e por ele nós também”


Efésios 3:9 “e demonstrar a todos qual seja a dispensação do
mistério que desde os séculos esteve oculto em Deus, que tudo criou”


Colossenses 1:15-17 15 o qual é imagem do Deus
invisível, o primogênito de toda a criação; 16 porque nele
foram criadas todas as coisas nos céus e na terra, as visíveis e as invisíveis,
sejam tronos, sejam dominações, sejam principados, sejam potestades; tudo foi
criado por ele e para ele. 17 Ele é antes de todas as coisas,
e nele subsistem todas as coisas”


Hebreus 1:1-3 1 Havendo Deus antigamente falado muitas
vezes, e de muitas maneiras, aos pais, pelos profetas, 2 nestes
últimos dias a nós nos falou pelo Filho, a quem constituiu herdeiro de todas as
coisas, e por quem fez também o mundo; 3 sendo ele o
resplendor da sua glória e a expressa imagem do seu Ser, e sustentando todas as
coisas pela palavra do seu poder, havendo ele mesmo feito a purificação dos
pecados, assentou-se à direita da Majestade nas alturas

C. O Espírito Santo organizou os elementos brutos dando à criação sua
forma e vida. Ele deu força vital a matéria.


Gênesis 1:1-2 1 No princípio criou Deus os céus e
a terra. 2 A terra era sem forma e vazia; e havia trevas sobre
a face do abismo, mas o Espírito de Deus pairava sobre a face das águas”.


O versículo acima indica que o Espírito de Deus estava pairando sobre a
criação, pronto para se mover e moldar e formar e tornar a terra frutífera e
produtiva. Inicialmente, quando a terra foi criada, a Terra estava sem forma e
vazia. A terra era como tantos planetas espalhados pelo espaço. . . estava sem
forma, estéril e vazia, desolada e indigente, subdesenvolvida e inacabada,
infrutífera e improdutiva. Ele está agora pronto para se mover e criar vida
para viver na terra ao comando de Deus. Ele está pronto para preparar a terra
para a habitação humana.

Jó 33:4 “O Espírito de Deus me fez, e o sopro do Todo-Poderoso me dá
vida”.


1. É o Espírito Santo que dá as sementes e planta seus poderes
regeneradores. Deus ordenou que poderes regenerativos fossem dados a cada um.
No princípio, tudo foi criado por milagre em que Deus invocou tudo do nada. Mas
foi o Espírito Santo que estabeleceu as leis, que perpetuam todas as coisas.

a. Deus ordenou que poderes regenerativos fossem dados.

Gênesis 1:11-12 11 E disse Deus: Produza a terra relva,
ervas que dêem semente, e árvores frutíferas que, segundo as suas espécies,
dêem fruto que tenha em si a sua semente, sobre a terra. E assim foi. 12 A
terra, pois, produziu relva, ervas que davam semente segundo as suas espécies,
e árvores que davam fruto que tinha em si a sua semente, segundo as suas
espécies. E viu Deus que isso era bom”


Gênesis 1:24-25 24 E disse Deus: Produza a terra seres
viventes segundo as suas espécies: animais domésticos, répteis, e animais
selvagens segundo as suas espécies. E assim foi. 25 Deus,
pois, fez os animais selvagens segundo as suas espécies, e os animais
domésticos segundo as suas espécies, e todos os répteis da terra segundo as
suas espécies. E viu Deus que isso era bom”.


b. O Espírito Santo é aquele que tornou possível a renovação da face da
terra através de seus poderes regenerativos dados às várias formas de vida.

Salmos 104:27-30 27 Todos esperam de ti que lhes dês o
sustento a seu tempo. 28 Tu lho dás, e eles o recolhem; abres
a tua mão, e eles se fartam de bens. 29 Escondes o teu rosto,
e ficam perturbados; se lhes tiras a respiração, morrem, e voltam para o seu
pó. 30 Envias o teu fôlego, e são criados; e assim renovas a
face da terra”.


c. O seguinte versículo tem uma referência direta ao povo de Deus, mas
também tem aplicação atual ao reino vegetal.

Isaías 32:15 “até que se derrame sobre nós o espírito lá do alto,
e o deserto se torne em campo fértil, e o campo fértil seja reputado por um
bosque”


d. É o Espírito de Deus que continua a sustentar os poderes regenerativos
de toda a criação. Onde quer que as leis do mundo material cheguem, lá o
Espírito de Deus vai e está sempre presente para guiar e dirigir todos os
processos do mundo material.

Salmos 139:7-10 7 Para onde me irei do teu Espírito, ou
para onde fugirei da tua presença? 8 Se subir ao céu, tu aí
estás; se fizer no Seol a minha cama, eis que tu ali estás também. 9 Se
tomar as asas da alva, se habitar nas extremidades do mar, 10 ainda
ali a tua mão me guiará e a tua destra me susterá”


Conclusão: Das escrituras anteriores aprendemos que Deus é o
Criador; Cristo, a Palavra, é o agente através do qual Deus criou e sustenta a
existência de todas as coisas; o Espírito Santo dá vida, executa leis e
organiza o universo material. A criação não foi concluída até que o Espírito
Santo se movesse.

Embora Deus, Cristo e o Espírito Santo tivessem diferentes funções distintas,
todos os três possuíam poderes criativos iguais e cooperaram plenamente para
trazer o mundo à existência. 

Fonte: Esboçosermão

ÚLTIMOS POSTS