estudo revela que cristãos são mais felizes que não-cristãos

Share on facebook
Share on twitter
Share on email
Share on whatsapp
Share on linkedin

Um estudo recente apontou que cristãos são mais felizes no casamento do que os não-cristãos, e que há diferenças de satisfação entre homens e mulheres.

O levantamento, realizado pelo instituto Barna Group para o Marrige Helper – uma entidade dedicada a ajudar casais a reconstruirem seus relacionamentos e fortalecer as relações familiares – mostrou também que os homens estão mais satisfeitos com seus casamentos que as mulheres.

Outra constatação da pesquisa é que casais da chamada Geração X vêm sofrendo com problemas no casamento. Foram entrevistadas 1.500 pessoas adultas entre 15 de abril e 10 de maio para fazer o levantamento das informações sobre satisfação no relacionamento.

Embora cristãos e homens, em geral, demonstrem estar colhendo os benefícios mais positivos do casamento, dados do estudo sobre casamento e divórcio mostram que a Geração X, que compreende nascidos entre 1965 e 1984, parecem estar sofrendo uma tendência alarmante de divórcio.

“Nossos dados sobre cristãos praticantes são encorajadores, mas quando você conecta isso às tendências maiores – os da Geração X correm o maior risco de repetir o ciclo do ‘Divórcio Cinza’ iniciado pelos Baby Boomers [geração pós-segunda guerra mundial, entre 1945 e 1964] – todos precisam estar alertas”, disse Kimblerly Holmes, executiva da Marriage Helper.

Kimberly acrescentou que “os membros da Geração X estão menos satisfeitos com seus casamentos, menos propensos a buscar ajuda e maduros para o divórcio quando seus filhos saem de casa e os padrões de vida mudam”.

Ela concedeu uma entrevista ao portal The Christian Post para comentar os resultados do estudo: “Embora os homens acreditem que estão muito satisfeitos com seus casamentos, décadas de pesquisas mostram que eles realmente resistem a admitir que há um problema”.

Casamento feliz

O estudo mostra que, embora 59% de todos os adultos americanos relatem estar muito satisfeitos com seu casamento, esse número entre os cristãos praticantes chega a 73%.

Há diferenças de satisfação com o casamento conforme se avaliam os sexos e as gerações: cerca de 65% dos homens relataram estar muito satisfeitos com seu casamento, enquanto apenas 52% das mulheres fizeram a mesma afirmação.

Da mesma forma, 65% da chamada Geração Y (millennials, em inglês) e 61% dos boomers relataram estar muito satisfeitos com seu casamento, enquanto apenas 47% dos casais da Geração X afirmaram estarem muito satisfeitos.

A busca por ajuda para contornar dificuldades no casamento, entretanto, não parece ser a primeira opção quando surge uma crise: apenas metade dos entrevistados que disseram estar muito ou um pouco frustrados disse ter considerado o aconselhamento como uma opção.

No geral, um em cada sete adultos casados disse que considerou o aconselhamento, sendo que quanto mais jovem o entrevistado, maior a incidência de casos em que o casal optou por ajuda externa, sendo que casais com filhos menores de 18 anos também demonstraram maior propensão a usar essa ferramenta.

Gospel Mais

ÚLTIMOS POSTS