Fake News: missionárias cristãs no Afeganistão foram colocadas em sacos plásticos em praça pública

Share on facebook
Share on twitter
Share on email
Share on whatsapp
Share on linkedin

Vídeo de pessoas dentro de sacos plásticos na Colômbia circula nas redes sociais com a falsa informação de que seriam missionárias no Afeganistão.

Circula pelas redes sociais um vídeo que mostra diversas pessoas deitadas no chão e presas dentro de sacos plásticos transparentes, cercadas por um grupo que observa a cena sem fazer nada. O vídeo já foi compartilhado mais de 22 mil vezes nas redes sociais desde o último dia 26 de agosto com a alegação de que se tratavam de missionárias no Afeganistão deixadas em praça pública “para morrer por causa da palavra de Deus”.

“São missionárias no Afeganistão jogadas em praça pública dentro de sacos plásticos para morrer por causa da palavra de Deus”, diz a legenda de uma das publicações visualizada mais de um milhão de vezes.

A informação analisada pela Agência Lupa, AFP e Fato ou Fake é falsa.

O vídeo compartilhado nas redes sociais não mostra missionárias no Afeganistão presas em sacos plásticos. Na realidade, as imagens são de uma performance artística que foi realizada em 26 de maio deste ano no Parque del Poblado, em Medellín, em protesto contra o governo da Colômbia. Naquela época, usuários publicaram um vídeo maior, de 12 minutos, no YouTube, que mostra mais detalhes sobre o caso.

Segundo a narradora da gravação original, a intervenção artística foi chamada de “Embalados” (Empaquetados, em espanhol) e tinha como objetivo homenagear pessoas que apareceram mortas, embrulhadas em sacos plásticos, nas lixeiras na região.

“Às pessoas que apareceram mortas, ou às pessoas que não apareceram. Isso é um grito de ajuda, para saber o que está acontecendo com todas as pessoas que, até hoje, não sabemos onde estão, que foram capturadas pela polícia ou por civis acompanhados pela polícia e que, até hoje, não sabemos onde estão”, disse.

O mesmo vídeo já havia circulado anteriormente em tailandês, mas com a alegação de que eram vítimas da covid-19 dentro dos sacos plásticos.

Atualmente, o vídeo está sendo tirado de contexto para indicar uma possível agressão do Talibã a missionárias cristãs. No dia 15 de agosto, o grupo extremista – que tem um histórico de violações aos direitos humanos e de violência contra as mulheres – tomou a capital daquele país.

Fonte: Agência Lupa


var js, fjs = d.getElementsByTagName(s)[0];

if (d.getElementById(id)) return;

js = d.createElement(s); js.id = id;

js.src="https://connect.facebook.net/pt_BR/sdk.js#xfbml=1&version=v2.11&appId=264312870658742&autoLogAppEvents=1";

fjs.parentNode.insertBefore(js, fjs);

}(document, 'script', 'facebook-jssdk'));

Folha Gospel

ÚLTIMOS POSTS

Espaço Gospel foi criado com a intenção de reunir o melhor de todo material disponível na rede para ajudar você a se conectar com Deus!