Famoso ator de Vingadores é ‘cancelado’ na internet por ser cristão

Share on facebook
Share on twitter
Share on email
Share on whatsapp
Share on linkedin

O ator cristão Chris Pratt, do elenco da saga de Os Vingadores, foi “cancelado” pelos ativistas do politicamente nas redes sociais por conta de sua profissão de fé e posicionamento político conservador. Em resposta, os atores Robert Downey Jr (Homem de Ferro) e Mark Rufallo (Hulk) saíram em sua defesa.

A mobilização de “cancelamento” – prática que insiste em impor censura e ostracismo a figuras públicas que não se encaixem no politicamente correto – se deu após uma publicação de interatividade que a produtora Amy Berg fez em sua conta no Twitter, com fotos dos atores Chris Pine, Chris Hemsworth (Thor), Chris Evans (Capitão América) e Chris Pratt (Peter Quill).

Amy perguntou a seus seguidores qual dos quatro poderia ser eliminado da gincana: “Um deles tem de ir embora”, escreveu ela. Em seguida, muitos dos seguidores passaram a escolher Pratt, apontando como motivos sua fé cristã e seu posicionamento político conservador e provável apoio à gestão do presidente Donald Trump.

“Sim, livrem-se de Pratt — não acredite em suas negações. Ele ainda é evangélico e esse é o problema número um… Oh, sim — [Donald] Trump”, escreveu um internauta, referindo-se ao suposto apoio do ator à reeleição do atual presidente, mesmo que o ator nunca tenha declarado em quem votará.

“Pratt foi banido da Ilha dos Chris anos atrás”, publicou outra jovem. “Chris Pratt é um supremacista branco, então… Sim, ele pode ir”, acusou outro usuário do Twitter.

“Suas opiniões são terríveis e ele apoia igrejas ativistas anti-LGBT. Fácil [escolha]”, afirmou outro, dentre muitas manifestações de ataque.

Em todas as oportunidades que tem, Chris Pratt fala de sua fé em Jesus Cristo e prega mensagens encorajadoras. Recentemente, depois do nascimento de sua filha Lyla Maria, que nasceu da união com a escritora Katherine Schwarzenegger, filha do ator e ex-governador da Califórnia Arnold Schwarzenegger, ele usou o Salmo 126:3 para expressar sua gratidão: “Sim, coisas grandiosas fez o Senhor por nós, por isso estamos alegres”.

Defesa

O ator Robert Downey Jr usou sua conta no Instagram para defender o colega: “Que mundo… Os ‘sem pecado’ estão atirando pedras em meu irmão, Chris Pratt… Um verdadeiro cristão que vive por princípios, nunca demonstrou nada além de positividade e gratidão. Ele acabou de se casar em uma família que abre espaço para o discurso civil e (simplesmente um fato) INSISTE no serviço como o valor mais alto”, escreveu o intérprete do Homem de Ferro.

“Se você tem problemas com Chris… Eu tenho uma ideia inovadora. Exclua suas contas nas mídias sociais, sente-se com seus PRÓPRIOS defeitos de caráter, trabalhe neles e, em seguida, celebre sua humanidade”, finalizou.

De acordo com informações do portal Uol, o ator Jeremy Renner, intérprete do Gavião Arqueiro em Os Vingadores, fez um comentário no post de Downey Jr usando emojis de coração, demonstrando apoio à bronca que o colega deu nos seguidores.

Outro que saiu em defesa de Chris Pratt foi Mark Ruffalo, que interpreta o personagem Hulk, também nos filmes de Os Vingadores. Ele é conhecido por ser um ativista de esquerda e, nas eleições dos Estados Unidos, se posiciona defendendo o voto no candidato do Partido Democrata, Joe Biden.

“Vocês todos: @prattprattpratt é o homem mais sólido que existe. Eu o conheço pessoalmente e, em vez de lançar calúnias, veja como ele vive sua vida. Ele simplesmente não fala abertamente de política como regra. Isso [as críticas] é uma distração. Vamos manter nossos olhos no prêmio [a tentativa de levar Biden à Casa Branca], amigos. Estamos tão perto agora”, disse o ator.

A esposa de Pratt, Katherine Schwarzenegger, usou o Instagram para defender o marido: “É realmente disso que precisamos? Há tanta coisa acontecendo no mundo e pessoas lutando de tantas maneiras. Ser maldoso é tão ultrapassado. Há espaço suficiente para amar todos esses caras [Os Chris citados na publicação de Amy Berg]. Amor é o que todos nós precisamos, não de maldade e intimidação. Vamos tentar isso”, pediu.

Cristianismo sob ataque

A atriz Ellen Page, homossexual e ativista política de esquerda, acusou Chris Pratt em 2019 de fazer parte de uma igreja anti-LGBT. Em resposta, o ator usou a postura acolhedora que a congregação teve com ele após se divorciar de sua primeira esposa, Anna Faris.

“Recentemente, foi sugerido que pertenço a uma igreja que ‘odeia certos grupos de pessoas’. Nada poderia ser mais distante da verdade. Eu vou a uma igreja que abre suas portas para absolutamente todo mundo. Apesar do que a Bíblia diz sobre o divórcio, minha comunidade da igreja me apoiou a cada passo, nunca julgando, apenas graciosamente me acompanhando na minha caminhada. Eles me ajudaram tremendamente, oferecendo amor e apoio. É o que eu tenho visto que eles fazem pelos outros em inúmeras ocasiões, independentemente da orientação sexual, raça ou sexo”, desabafou o ator, que além dos filmes da saga Os Vingadores, atua também na franquia Jurassic World.



Gospel Mais

ÚLTIMOS POSTS

0
Adoraria sua opinião, por favor, comente.x
()
x