filho de pastor deixou ministério de louvor e fez fama no funk

Share on facebook
Share on twitter
Share on email
Share on whatsapp
Share on linkedin

Um dos principais funkeiros do país na atualidade, o MC Zaquin cresceu numa igreja evangélica de Belo Horizonte (MG), tocando contrabaixo no ministério de louvor. Agora, se tornou conhecido pelas músicas com letras eróticas.

Isac César das Graças, 20 anos, aprendeu música na Comunidade Evangélica Unidos em Cristo, uma igreja pequena da capital mineira. Lá, tocou contrabaixo e fez parte do ministério de louvor.

“Comecei no grupo de louvor na igreja. Tocava contrabaixo. Aí comecei pedindo uma chance para cantar. Tinha vergonha até de falar em público. Aí cantei e comecei a ganhar um gosto por música”, contou o funkeiro em uma entrevista recente ao G1.

Filho de pastor, MC Zaquin se afastou da igreja após perder o pai: “Foi em 2013. Meu pai faleceu e a vida começou a piorar. Tive que começar a ralar também. Comecei a fazer uns bicos: vendia água no sinal de fone de ouvido na beira de loja. Trabalhei de pizzaiolo, auxiliar de padaria, sorveteria… Com 17 anos entrei para a Asspron [empresa de jovens aprendizes de Minas Gerais]”, relembrou.

Agora, com músicas que estão entre as mais ouvidas do funk no país, o jovem mineiro já superou marcas como 100 milhões de visualizações em um clipe no YouTube, e recentemente despertou interesse de uma gravadora.

Para não desagradar a mãe, ainda evangélica, o artista diz que tenta suavizar as letras de suas músicas, mas ainda assim os temas giram em torno de sexo fora do casamento.

“Falavam que o funk de BH era embolado, avacalhado, que ninguém ia curtir, só o pessoal daqui mesmo. Agora os caras lá de fora estão pegando referência. Maior hipocrisia”, finalizou MC Zaquin.

Gospel Mais

ÚLTIMOS POSTS