forte descoberto remonta período do Livro dos Juízes

Share on facebook
Share on twitter
Share on email
Share on whatsapp
Share on linkedin

Parte do alicerce de um forte cananeu no sul de Israel foi descoberta por arqueólogos que trabalham para o governo do país e as análises preliminares indicam que a estrutura teria 3.150 anos, o que a situaria na época dos juízes bíblicos.

A Autoridade de Antiguidades de Israel (IAA, na sigla em inglês) anunciou no último domingo, 23 de agosto, que a descoberta feita próximo a Kibutz Gal-On veio acompanhada de outro achado arqueológico: centenas de peças de cerâmica com características egípcias.

Os especialistas avaliam que o forte cananeu tem características do método de construção típico do Egito Antigo. Os responsáveis pela escavação, Sa’ar Ganor e Itamar Weissbein, acreditam que os senhores egípcios da época foram fundamentais para a construção do forte.

Segundo o portal Aventuras na História, Ganor e Weissbein enxergam motivos para crer que os cananeus responsáveis pelo forte não buscavam se proteger contra os nobres do Egito, mas sim, usavam a estrutura para combater os filisteus.

Parte do argumento é construído a partir dos relatos bíblicos, que indicam a época como bastante sangrenta e “de grande instabilidade política”, nas palavras de Ganor. O terreno onde o forte foi construído também se encaixa nessa teoria, já que fica entre a cidade cananeia de Laquis e a cidade de Gate.

A construção, assim, ficava no centro de uma área cercada por conflitos intensos, e pode ter sido abandonada quando os filisteus de Gate (apontada como terra natal de Golias) conseguiram conquistar as terras ao leste do Mar Mediterrâneo.



Gospel Mais

ÚLTIMOS POSTS

0
Adoraria sua opinião, por favor, comente.x
()
x