Garoto de 7 anos salva irmã mais nova de incêndio, após mãe ser ‘acordada por Deus’

Share on facebook
Share on twitter
Share on email
Share on whatsapp
Share on linkedin

Uma mãe do Tennessee (EUA) está agradecendo a Deus, após seu filho de 7 anos ter arriscado a própria vida para salvar sua irmãzinha mais nova enquanto a casa da família pegava fogo, no início deste mês.

Nicole Davidson e seu marido, Chris, que são ambos ex-bombeiros, disseram à CNN que no dia 8 de dezembro eles colocaram seus três filhos para dormir por volta das 20h30. dentro de sua casa, na cidade de New Tazewell.

Ela afirmou ter a certeza de que horas depois foi Deus quem a acordou para alertá-la sobre um incêndio que estava destruindo sua casa.

“Por volta das 23h30, alguém me acordou e sei que foi Deus”, disse Nicole Davidson ao WVLT 8.

“Ele (Chris) agarrou o extintor tentando me dar tempo para pegar as crianças”, lembrou Nicole. “E eu agarrei os meninos porque eles estavam mais próximos do fogo”.

Os meninos eram o filho de 2 anos do casal, Elijah, e Eli, de 7 anos. Em alguns minutos, o fogo ficou fora de controle e o casal saiu correndo em segurança, deixando sua filha de 1 ano e 10 meses meses, Erin, para trás em seu berço.

“O momento mais assustador da minha vida foi quando pensei que não conseguiríamos pegá-la”, disse Nicole ao WVLT 8.

“A fumaça e o fogo eram tão densos que não havia como chegar até ela”, disse Chris Davidson à CNN. “Saímos para pegá-la pela janela, mas não havia nada em que eu pudesse me apoiar lá em cima”.

Coragem

Eli disse ao WVLT 8 que seu pai quebrou a janela do quarto de Erin e pediu-lhe para ir buscar sua irmã, mas ele não acreditou que pudesse fazer isso a princípio. Depois de pensar na morte de sua irmã, no entanto, ele reuniu a coragem necessária para se tornar um herói.

“Papai quebrou a janela e eu disse: ‘Não consigo’ umas duas vezes, e então disse: ‘Peguei ela, papai’. E quando descemos lá eu disse: ‘Eu estava com medo, mas não quero que minha irmã morra'”, disse Eli à imprensa.

“Não poderíamos estar mais orgulhosos de Eli”, disse o pai, Chris Davidson à CNN. “Ele fez algo que talvez um homem adulto não faria”.

Depois de seu feito heróico, Eli disse: “Não há problema em ficar com medo. Você é corajoso por dentro e pode fazer (coisas heróicas) quando quiser”.

O casal Chris e Nicole já cuidou de 34 crianças, incluindo Eli, e adotaram duas outras, Erin e Elijah, de acordo com a CNN. Agora estão morando com parentes porque sua casa foi completamente destruída.

Uma campanha na plataforma ‘GoFundMe’ foi organizada há pouco mais de uma semana, arrecadando mais de 330.000 dólares para a família, até a noite da última segunda-feira.



Guia me

ÚLTIMOS POSTS