Greg Laurie – ‘Um olhar mais atento para o sexto mandamento’

Share on facebook
Share on twitter
Share on email
Share on whatsapp
Share on linkedin

Para onde quer que olhemos, vemos: nossa cultura está inundada de violência e assassinato. Vemos isso em filmes e programas de televisão. Vemos isso na música e nos videogames. E vemos isso em tempo real. Imagine como nosso mundo seria diferente se obedecêssemos a este mandamento: “Não matarás” (Êxodo 20:13 NLT).

A Bíblia, entretanto, não condena todas as mortes. O livro de Números do Antigo Testamento, capítulo 35, afirma claramente a diferença entre matar e assassinar. Todo homicídio é matar, mas nem todo homicídio é necessariamente assassinato.

Por exemplo, se alguém invadir sua casa com a intenção de prejudicar ou matar você e os membros de sua família, você tem o direito de se defender?

Obviamente, a resposta é sim. Vemos isso apoiado na Bíblia. Na verdade, Jesus disse aos seus discípulos: “Peguem o seu dinheiro e uma bolsa de viagem. E se você não tiver uma espada, venda a sua capa e compre uma!” (Lucas 22:36 NLT). Por que eles precisariam de uma espada? Obviamente, era para legítima defesa.

Também sabemos que Deus estabeleceu o exército e a aplicação da lei para nossa própria proteção, porque Romanos 13 nos diz: “As autoridades são servas de Deus, enviadas para o seu bem. Mas se você está agindo errado, é claro que deve ter medo, pois eles têm o poder de punir você. Eles são servos de Deus, enviados com o propósito de punir aqueles que fazem o que é errado” (versículo 4 NLT).

Depois, há nossos militares, aqueles que nos servem uniformizados. Devemos agradecer a Deus por eles. Devemos também orar por eles, porque precisam de nossas orações. Alguns diriam, entretanto, que Deus é contra a guerra.

Deus não é a favor da guerra, mas há momentos em que há uma causa justa para a guerra.

No evangelho de Mateus, por exemplo, lemos sobre um centurião que se aproximou de Jesus e disse: “Senhor, o meu servo jaz em casa paralisado, terrivelmente atormentado” (8: 6 NLT).

Agora, se Jesus fosse contra a guerra e os militares, ele poderia ter dito a este centurião: “Abandone sua armadura e suas armas e siga-me”. Em vez disso, Jesus disse: “Eu irei e o curarei” (versículo 7).

Mas o centurião respondeu: “Senhor, não sou digno de entrares sob o meu teto. Fala apenas uma palavra, e meu servo será curado” (versículo 8).

A Bíblia nos diz que “quando Jesus ouviu isso, maravilhou-se e disse aos que o seguiam: ‘Em verdade vos digo que não encontrei tanta fé, nem mesmo em Israel!’” (Versículo 10). De certa forma, Jesus o elogiou.

O significado literal da palavra assassinato é “despedaçar-se”. A Bíblia nunca usa essa palavra para descrever a morte de um animal, a morte de um oponente na guerra ou a morte resultante da pena capital.

O que acho irônico é que algumas das pessoas que se opõem à pena de morte apóiam o aborto sob demanda. Essencialmente, eles estão dizendo: “Poupe o culpado e tire a vida do inocente”. Um feto no útero é inocente e tem todo o direito de viver.

Aliás, não vou ceder nenhum ponto sobre o tema do aborto, porque a vida começa na concepção, e somos feitos à imagem de Deus. Se você não concorda com isso, então você discorda da Bíblia. O salmista Davi escreveu: “Pois tu formaste o meu íntimo; cobriste-me no ventre de minha mãe. Eu te louvarei, porque fui feito de maneira terrível e maravilhosa” (Salmo 139:13-14 NKJV).

Davi prossegue, dizendo: “Cada dia da minha vida foi registrado em seu livro. Cada momento foi estabelecido antes que um único dia tivesse passado” (versículo 16 NLT).

Deus tem um plano para cada um de nós, mesmo antes do nascimento. Deus disse ao profeta Jeremias: “Eu te conheci antes de te formar no ventre de tua mãe. Antes de você nascer, eu te separei” (Jeremias 1:5 NLT).

Cada criança é criada por Deus e deve ter a chance de viver. Como Max Lucado apontou, “você foi deliberadamente planejado, especificamente dotado e amorosamente posicionado na Terra pelo Mestre Artesão”.

Cada criança, não importa como foi concebida, é amada por Deus. Talvez você esteja pensando: “Bem, isso realmente não se aplica a mim. Nunca matei ninguém”. Mas Jesus deu um passo adiante no Sermão da Montanha quando disse: “Vocês ouviram que nossos ancestrais foram informados: ‘Não deves matar. Se cometeres assassinato, estás sujeito a julgamento’. Mas eu digo, se você está com raiva de alguém, você está sujeito a julgamento!” (Mateus 5: 21–22 NLT).

Jesus estava dizendo: “Você pode dizer que nunca matou ninguém, mas você odeia tanto alguém que gostaria que ele estivesse morto? Então, na verdade, você é um assassino em seu coração”.

Isso fica um pouco mais perto de casa, não é? Algumas pessoas são movidas pela raiva e pelo ódio, mas o ódio é claramente proibido nas Escrituras. Na verdade, o apóstolo João disse: “Quem odeia outro irmão ou irmã é realmente um assassino no coração. E você sabe que os assassinos não têm vida eterna dentro de si” (1 João 3:15 NLT).

Existe alguém por quem você odeia? A Bíblia nos diz: “Livrem-se de toda amargura, indignação e ira, gritaria e calúnia, bem como de toda maldade. Sejam bondosos e compassivos uns para com os outros, perdoando-se mutuamente, assim como Deus perdoou vocês em Cristo” (Efésios 4: 31-32 NVI).

Ao olharmos para os Dez Mandamentos, percebemos que cada um de nós violou alguns deles. Cada um de nós pecou contra Deus. Seus mandamentos não foram dados para nos tornar santos. Eles foram dados para nos mostrar o quão profanos realmente somos – e para nos mostrar o quanto precisamos de Jesus.

Greg Laurie é o pastor sênior da Harvest Christian Fellowship, com campi na Califórnia e no Havaí. Greg é o apresentador do programa de rádio retransmitido nacionalmente  nos EUA “A New Beginning” e também é o fundador e palestrante de destaque da Harvest Crusades e Harvest America. Mais de 600 mil pessoas fizeram profissões de fé por meio desses esforços. Greg está casado com sua esposa, Cathe, há mais de 40 anos, e eles têm dois filhos, Christopher e Jonathan. Greg e Cathe também têm cinco netos. Para saber mais sobre Greg, visite harvest.org.
Artigo originalmente publicado no WND.



Fonte: Gospel Mais

ÚLTIMOS POSTS

0
Would love your thoughts, please comment.x
()
x