homem atropela e mata 5 pessoas em atentado terrorista

Share on facebook
Share on twitter
Share on email
Share on whatsapp
Share on linkedin

Um homem invadiu uma rua fechada para um desfile de Natal e jogou o carro contra as pessoas que assistiam ao evento, matando cinco e ferindo pelo menos outras 40 no último domingo, 21 de novembro.

A cidade de Waukesha, no estado de Wisconsin (EUA), foi o local onde o atentado terrorista foi cometido por um rapper chamado Darrell Edward Brooks, militante do Black Lives Matter que fazia publicações contra o ex-presidente Donald Trump nas redes sociais.

O local onde o crime aconteceu fica a menos de uma hora de carro da cidade de Kenosha, onde o jovem Kyle Rittenhouse foi absolvido na última semana das acusações de assassinato.

Rittenhouse matou dois homens em 2020 em legítima defesa, durante os protestos do Black Lives Matter, e foi rotulado como supremacista branco pela mídia norte-americana.

A motivação do atentado atribuído a Brooks contra as pessoas que participavam do desfile de Natal em Waukesha está sendo investigada, e a Polícia não descartou que o rapper tenha matado as pessoas com seu carro como retaliação pela absolvição de Rittenhouse.

O atentado

Brooks foi detido pela Polícia acusado de dirigir um SUV vermelho que foi usado atravessando as barreiras montadas para fechar o trânsito para o desfile de Natal, próximo das 17h00 do último domingo.

De acordo com informações do portal WND, o desfile é realizado na cidade anualmente, dando início às comemorações natalinas.

Corey Montiho, um membro do conselho do Distrito Escolar de Waukesha, estava perto de um restaurante quando soube que o time de dança juvenil de sua filha fora atingido: “Havia pompons e sapatos e chocolate quente derramado por toda parte”, disse ele ao Milwaukee Journal Sentinel.

“Eu tive que ir de um corpo amassado para o outro para encontrar minha filha. Minha esposa e duas filhas quase foram atingidas. Por favor, orem por todos. Por favor, orem. Minha família está segura, mas muitos não. […] Por favor, ore”, pediu Montiho.

Angelito Tenorio, um vereador de uma cidade vizinha, disse ao jornal que tinha acabado de marchar no desfile com sua família e amigos: “Enquanto caminhávamos de volta entre os prédios em que vimos um SUV cruzado, pisei fundo no acelerador e aceleramos a toda velocidade ao longo da rota do desfile. E então ouvimos um grande estrondo e gritos ensurdecedores e berros das pessoas que foram atingidas pelo veículo”, narrou.

“Então, e então vimos pessoas fugindo ou parando de [tanto] chorar, e ali, havia pessoas no chão que pareciam ter sido atropeladas pelo veículo. Simplesmente tudo aconteceu muito rápido”, acrescentou Tenorio.

Um repórter que cobria o desfile disse que, de onde estava, era possível ouvir o barulho do veículo batendo nas pessoas, deixando muitos no chão. O repórter observou que a polícia disse aos espectadores do desfile para saírem da rua e entrarem nas lojas.

“Estou em choque”, disse o vereador Don Paul Browne, que participou do evento. “Esse desfile atrai gente de todos os lugares, até do condado de Jefferson. Estou entorpecido. É muito perturbador”, lamentou.

O governador Tony Evers usou o Twitter para expressar pesar pelas mortes: “Kathy e eu estamos orando por Waukesha esta noite e por todas as crianças, famílias e membros da comunidade afetados por este ato sem sentido”.

Gospel Mais

ÚLTIMOS POSTS