Ideologia de gênero é ‘nefasta’, diz Ricardo Nunes, novo prefeito de SP

Share on facebook
Share on twitter
Share on email
Share on whatsapp
Share on linkedin

O novo prefeito de São Paulo, Ricardo Nunes (MDB), assume nesta segunda-feira, 17 de maio, o cargo em definitivo após a morte do titular da chapa vencedora nas eleições 2020, Bruno Covas (PSDB), vítima de um câncer.

Ricardo Nunes é empresário e foi vereador por dois mandatos, sendo eleito a primeira vez em 2012 e a segunda em 2016. Em 2020 foi escolhido por Covas para compor a chapa que venceu as eleições municipais.

Ligado à comunidade católica, o novo prefeito paulistano se opôs durante seu mandato como vereador à implementação da ideologia de gênero no Plano Municipal de Educação da capital. Um vídeo de uma entrevista concedida ao padre Oswaldo Gerolin Filho mostra um posicionamento conservador do político.

“Fizemos um substitutivo retirando todas essas questões da ideologia de gênero do Plano Municipal de Educação. Conseguimos aprovar com grande debate, uma participação muito grande aqui na Câmara, audiências públicas. Conseguimos aprovar na Comissão de Finanças o relatório sem a ideologia de gênero”, disse o então vereador.

Nunes declarou que estava se empenhando para “manter a ideologia de gênero totalmente fora do Plano Municipal de Educação”, e acrescentou que contou com apoio do bispo da Igreja Universal do Reino de Deus, vereador Atilio Francisco (Republicanos) para levar a postura conservadora à frente na Câmara Municipal.

“Manter essa coisa nefasta longe das nossas crianças. Lembrando que o Plano Municipal de Educação é para crianças de 0 a 14 anos, que vai até o [fim do] Ensino Fundamental. Então, nós estamos, até agora, sendo vitoriosos graças a muito apoio, muita oração, vários padres […], amigos, várias comunidades […] estão aqui nos apoiando e participando da discussão”, declarou Ricardo Nunes.

De acordo com informações da Agência Brasil, o novo prefeito é voluntário, há mais de 20 anos, na Sociedade Beneficente Equilíbrio de Interlagos (Sobei) e foi presidente da Associação Empresarial Região Sul (Aesul) e fundador da Associação das Empresas Controladoras de Pragas do Estado de São Paulo (Adesp).

Gospel Mais

ÚLTIMOS POSTS