Imprensa critica Malafaia por culto que reuniu mais de mil fiéis em Curitiba

Share on facebook
Share on twitter
Share on email
Share on whatsapp
Share on linkedin

Um culto da Assembleia de Deus Vitória em Cristo (ADVEC) em Curitiba (PR) se tornou manchete da imprensa local e de um jornal carioca por reunir mais de mil fiéis, durante uma pregação do pastor Silas Malafaia. O templo possui capacidade para 3 mil pessoas.

A celebração ocorreu na última quinta-feira, 25 de fevereiro, com a presença da nora do pastor, Rachel Malafaia, liderando o momento de louvor. Aproximadamente 1.200 fiéis compareceram ao culto. Denúncias anônimas foram feitas ao 190, e a Polícia Militar foi ao templo e constatou que o local estava com lotação abaixo de 50%.

Em nota, a PM informou que as regras estipuladas pelas autoridades paranaenses estavam sendo cumpridas e que não haviam medidas a serem tomadas nas circunstâncias, de acordo com informações do Paraná Portal.

“Assentos demarcados para o distanciamento entre as pessoas e todos estavam com máscara facial, seguindo as recomendações da resolução da Sesa nº  119, de 5 de fevereiro de 2021, que padroniza a realização de cultos e missas. Neste sentido, não foi constatada nenhuma infração. As equipes policiais fizeram orientações aos responsáveis no local. A PM informa ainda que a autuação administrativa é competência do município, e para a PM compete apenas a autuação criminal”, dizia a nota da PM.

Implicância

Mesmo com todo esse contexto, as manchetes na imprensa denotaram um tom crítico à reunião de fiéis, expondo certa intolerância com a liberdade religiosa dos cristãos: “Pastor Silas Malafaia reúne centenas de fiéis em culto, mesmo com crise na saúde”, anunciou o jornal O Dia, do Rio de Janeiro; “Culto religioso reúne mais de mil pessoas em Curitiba: pastor diz que medidas sanitárias eram cumpridas”, apontou o Paraná Portal.

Este último, associou a realização do culto da ADVEC com uma celebração feita pela Igreja Mundial do Poder de Deus no dia anterior, também na capital paranaense.

A PM foi ao local e determinou o encerramento do culto por que as regras estabelecidas pela prefeitura de Curitiba não estavam sendo cumpridas, e parte dos fiéis e obreiros não usavam máscaras.

A Igreja Mundial do Poder de Deus foi multada em R$ 150 mil pelo descumprimento das medidas sanitárias contra a Covid-19.

No Twitter, o pastor Silas Malafaia rebateu as insinuações da imprensa relacionadas ao culto realizado pela ADVEC em Curitiba: “Como é feito o jornalismo canalha! O jornalista inescrupuloso da revista Época, disse que eu fiz reunião em Curitiba com centenas. O inescrupuloso não disse q a ig [sic] cabe 3 mil pessoas, estava com 1200, distanciamento social e todos os procedimentos obrigatórios. CANALHAS!”, protestou o líder da denominação.

Em outro tweet, Malafaia divulgou um vídeo sobre o assunto: “Estou dando provas com documentos sobre o episódio que a revista Época, de maneira mentirosa, tentou atingir a igreja que sou pastor em Curitiba”.



Gospel Mais

ÚLTIMOS POSTS

Espaço Gospel foi criado com a intenção de reunir o melhor de todo material disponível na rede para ajudar você a se conectar com Deus!