Israel mata líder de grupo terrorista em ataque aéreo à Faixa de Gaza

Share on facebook
Share on twitter
Share on email
Share on whatsapp
Share on linkedin

A reação de Israel aos ataques dos terroristas do Hamas continua e um líder da jihad islâmica na Faixa de Gaza foi morto na manhã desta segunda-feira, 17 de maio, após um ataque aéreo das Forças de Defesa de Israel (FDI).

Hussam Abu Harbeed, que comandava a divisão norte da jihad islâmica em Gaza, teve sua morte confirmada pelas autoridades israelenses, após o bombardeio aéreo. A imprensa internacional repercute também a avaliação de que os terroristas deverão responder à baixa do líder de maneira “feroz”.

Conforme informações da agência Reuters, Israel continua com ataques constantes para eliminar os líderes do Hamas. Um comunicado da FDI após o ataque aéreo informou que Harbeed “estava por trás de vários ataques terroristas de mísseis antitanque contra civis israelenses”.

A FDI acrescentou que responsabilizavam Harbeed diretamente pela morte de civis israelenses desde o primeiro dia do atual confronto. Ele foi comandante da jihad islâmica por 15 anos.

Rede de túneis

No último domingo, Israel também bombardeou pontos que eram usados por terroristas para disparar foguetes contra seu território. A estratégia do Hamas de usar áreas habitadas por civis não intimidou a FDI, que levou adiante a ofensiva para neutralizar os inimigos.

Casas foram destruídas e, conforme as autoridades de saúde da Faixa de Gaza, pelo menos 42 pessoas morreram nos bombardeios, incluindo dez crianças.

De acordo com a Agência Brasil, a FDI ponderou que as vítimas civis não foram intencionais e que os aviões que realizaram os ataques visavam um sistema de túneis usado pelos terroristas. Com o colapso dos túneis, o chão cedeu e as casas vieram abaixo.

Por seu lado, o Hamas afirmou que Israel pratica uma “matança premeditada” contra os palestinos em Gaza. O Conselho de Segurança da Organização das Nações Unidas (ONU) se reuniu para discutir a situação.

Na televisão, o primeiro-ministro Benjamin Netanyahu discursou, dizendo que a campanha de Israel em Gaza continua com “força total”: “Estamos agindo agora, pelo tempo que seja necessário, para restaurar a calma e a tranquilidade de vocês, os cidadãos de Israel. Vai demorar um pouco”, declarou o chefe de governo.

Gospel Mais

ÚLTIMOS POSTS

Espaço Gospel foi criado com a intenção de reunir o melhor de todo material disponível na rede para ajudar você a se conectar com Deus!