“Jesus mudou minha vida”, diz mãe que buscou ajuda na igreja para filha viciada em drogas

Share on facebook
Share on twitter
Share on email
Share on whatsapp
Share on linkedin

“Eu cheguei à fé em Jesus no meio do vício em drogas da minha filha”, conta Kaz. “Foi um momento tão difícil. Perdemos minha mãe, minha tia e a melhor amiga da minha filha, tudo no espaço de três meses. Foi demais para minha filha e durante seu vício eu precisei cuidar de seu filho.”

“Foi muito difícil. Meu marido e eu estávamos de repente cuidando de um menino de três anos, além de administrar minha loja na cidade. E por causa do meu negócio, eu não queria que outras pessoas soubessem sobre o vício em drogas da minha filha”, lembra.

A mulher diz que sentia o estigma de ter sua filha no vício, por isso ela não queria contar seu problema para ninguém. “Eu estava em uma confusão tão grande que fui ao médico e disse a ele o que estava acontecendo”, contou.

O médico a indicou para participar de aconselhamentos em uma clínica de saúde mental. “A coisa mais útil foi aprender que não podemos controlar o que os outros dizem, pensam e fazem. Não é nossa responsabilidade. Não estamos no controle do vício de nosso ente querido”, conta a mulher, que também entendeu que precisava de uma ajuda a mais, por isso decidiu ir à igreja.

“Eu estava procurando por algum tipo de calma em meio à minha grande tempestade”, lembra Kaz. “Meus pais eram cristãos e me convidaram para ir à igreja, mas eu sempre disse não. Eu costumava dizer que não era a minha praia.”

Mas quando começou a cuidar do neto, ela passou a frequentar as reuniões cristãs da escola. “Gostei muito das músicas que as crianças cantavam. Eu chegava em casa e as procurava na internet e colocava na lista de reprodução do meu telefone”, lembra a mulher, que diz ter mudado de rádio só para ouvir músicas cristãs.

Depois disso, ela decidiu ir à igreja que ficava no mesmo terreno da escola. “Na primeira vez que fui, conheci um senhor que conhecia minha mãe e meu pai. Ele sabia tudo sobre a jornada de fé deles e compartilhou comigo. Foi fantástico! Isso me fez sentir muito mais próximo de meus pais”, lembra.

Deus fala

Durante aquele ano, ela diz que em todos os lugares onde ia ouvia o mesmo versículo: “Porque Deus amou o mundo de tal maneira que deu seu único Filho, para que todo aquele que nele crê não pereça, mas tenha a vida eterna.” (João 3:16).

“Esse versículo estava em toda parte e eu nunca o ouvido antes. Eu nunca tinha lido a Bíblia, mas sabia que ela estava me dizendo algo”, explicou. “Eu os vi no verso do boletim da igreja, depois na tela, no sermão, em um outdoor perto de um restaurante local, depois em um livro para pais…”.

Ela conta que toda vez que via aquele versículo, chorava. “Deus estava me dizendo que estava tudo bem e que ele me amava, e que havia desistido de seu filho Jesus por mim”.

A mulher conta que acredito naquela palavra e por causa dela sua vida mudou. “Eu sou muito grata a Deus. Ele esteve comigo o tempo todo, eu simplesmente não o conhecia. Também percebi que Deus nos usa para ajudar os outros”.

“Minha jornada através do vício da minha filha me permitiu conectar-me com muitos pais para ajudá-los a superar o vício de seus filhos. Tenho um sofá vermelho na parte de trás da minha loja e as pessoas sempre vêm e se sentam para compartilhar suas jornadas, e com a graça de Deus, posso ajudá-las”, diz.

Ela conta que hoje sua família está restaurada. “Minha filha está limpa há três anos. E foi por causa da minha jornada que pude ajudá-la a obter a ajuda de que precisava. Como é incrível ter meu Deus em minha vida!”.



Fonte: Guia-me

ÚLTIMOS POSTS

0
Would love your thoughts, please comment.x
()
x