Juninho Black revela história por trás do seu cabelo, após 10 anos sem cortar

Share on facebook
Share on twitter
Share on email
Share on whatsapp
Share on linkedin

O cantor gospel Juninho Black, ex-vocalista da primeira temporada da Banda Preto no Branco, exibe seu novo visual desde março deste ano. Mas, o que muitos não sabem é que por trás do novo corte de cabelo há uma emocionante história.

Mineiro de Belo Horizonte, Juninho Black, desde os 4 anos de idade, apresentava sua vocação musical, cantando e encantando seus familiares com várias canções. Aos 8 anos, ganhou um violão e começou a praticar, ingressou no coral CIA & Alegria da igreja que seus pais frequentavam, a Batista da Lagoinha. Ali começou a sua carreira musical.

Em 2014 foi chamado para compor a Banda Preto no Branco, à convite do produtor musical Alex Passos. Então surgiu um dos maiores grupos cristãos, tendo como vocais os cantores Clovis Pinho, Weslei Santos e Eli Soares, além do próprio Juninho Black. No entanto, em 2016 o cantor oficializou sua saída do grupo para seguir carreira solo.

PENTEADO BLACK POWER

Por muitos anos Juninho Black exibiu seu ‘black power’, um dos estilos mais populares e charmosos, e que ficou famoso nos anos 60 e 70. O estilo que foi usado por Juninho por muitos anos, no entanto, agora é passado. O cantor se desfez do estilo em março deste ano, após 10 anos.

Mas, segundo o cantor, o seu ‘black power’ foi consequência de uma promessa que ele fez ao Senhor: “Não cortar os cabelos por 10 anos”, disse.

A promessa foi feita porque o cantor conquistou um grande milagre através de Deus: “Eu sofri com um problema cardíaco que me adoeceu por alguns anos e Deus me deu a cura depois de 2 cirurgias”, revelou Juninho.

JULGAMENTOS

O artista, inclusive, revelou que já sofreu julgamentos com relação ao cabelo. Ele conta que perdeu agendas por causa do visual, mas seguiu firme na promessa feita à Deus.

“Só eu sei o peso da promessa que fiz, pois incontáveis vezes eu ouvia alguém questionando a credibilidade do meu ministério ou me julgando pela aparência e assim foi durante esses 10 anos”, disse ele.

“Me lembro inclusive de um grande nome da música gospel que me disse quando eu ainda estava no início do meu ministério: ‘Juninho, se você cortar esse cabelo posso até te ajudar a marcar umas agendas’. Eu respondi a ele que não quebraria meu voto. E por causa disso ele não me ajudou”, lembra.

Juninho Black antes e depois – Foto: Reprodução

VOLTA POR CIMA

Entretanto, apesar de ter perdido oportunidades profissionais, Juninho Black se manteve crente nas promessas de Deus. E pouco tempo depois, o Senhor mudou sua vida da água para o vinho; suas canções rodaram o mundo inteiro.

“Pouco tempo depois Deus levantou meu ministério no mundo inteiro através das minhas canções. A promessa que eu havia feito devido a uma enfermidade, com o passar do tempo se transformou para mim em um memorial da minha cura e para muitas pessoas o black era uma marca registrada quase irreversível, sem que eu planejasse o cabelo se tornou até mesmo meu ‘sobrenome’”, disse ele.

O artista conta que o “black” surgiu porque era chamado assim pelos fãs, amigos e seguidores. Foi então que nasceu seu sobrenome oficial. “E talvez leve esse nome artístico para sempre, mas confesso a vocês que é incrível para mim transcender essa obrigatoriedade de manter o black, e hoje posso evidenciar visualmente quem sempre fui… o Júnior”, disse.

Juninho Black é pai de três crianças, administra uma empresa de proteção veicular e segue lançando músicas. No seu canal oficial no YouTube, o compositor de “Os Sonhos de Deus” tem lançado várias canções gospel ajudando assim no crescimento espiritual de milhares de pessoas.



Portal do Trono

ÚLTIMOS POSTS

Espaço Gospel foi criado com a intenção de reunir o melhor de todo material disponível na rede para ajudar você a se conectar com Deus!