Justiça autoriza polícia a fazer “o que for necessário” para entrar em igreja, no Canadá

Share on facebook
Share on twitter
Share on email
Share on whatsapp
Share on linkedin

Polícias na frente da igreja do pastor Artur Pawlowski, no Canadá

Um tribunal do Canadá autorizou policiais e agentes de saúde a “usarem a força razoável que considerassem apropriada para obter acesso” a Street Church em Calgary na província de Alberta, do pastor Artur Pawlowski.

O pastor da Street Church ficou conhecido mundialmente por expulsar policiais de sua igreja durante a celebração de Páscoa, no início de abril.

O mandato emitido pelo tribunal de Calgary, emitido no dia 23 de abril, também proíbe que o pastor Artur ou qualquer outra pessoa impeça a entrada das autoridades na igreja. Caso haja resistência, a polícia está autorizada a prendê-lo.

“O Requerido, Artur Pawlowski, juntamente com qualquer outra pessoa na propriedade concederá acesso a qualquer Diretor Executivo (conforme definido na [Lei de Saúde Pública de Alberta]) para que ele ou ela compareça na Propriedade sem aviso prévio, durante o horário das 8h00 às 20h00, para permitir que o Diretor Executivo exerça seus poderes previstos na [seção] 59 da Lei ”, afirma o mandato.

No sábado passado, o pastor exigiu que a polícia e autoridades de saúde falassem com seu advogado, quando tentaram inspecionar a igreja durante um culto, através de um mandato.

Após o episódio em que Pawlowski expulsou os policiais do edifício no feriado de Páscoa, a polícia de Calgary afirmou em um comunicado que há preocupação se o pastor e os membros da Street Church estão seguindo as ordens governamentais de saúde pública contra a Covid-19.

O pastor Pawlowski acusa as autoridades de perseguição religiosa. “Eles me querem na prisão, querem nos prender apenas porque ousamos adorar a nosso Deus e queremos fazê-lo em paz”, disse.

Para o líder, que nasceu na Polônia soviética, as ações da polícia nas igrejas no Canadá lembram a ditadura comunista que vivenciou em sua terra natal.

Na mesma província de Calgary, outra igreja também foi alvo da polícia. A GraceLife Chuch, na cidade de Edmonton, foi cercada por barreiras para impedir a entrada dos fiéis ao templo, no dia 7 de abril.

Fonte: Guia-me com informações de Daily Wire


Folha Gospel

ÚLTIMOS POSTS