Justiça Poética

Share on facebook
Share on twitter
Share on email
Share on whatsapp
Share on linkedin

Hamã odiava Mardoqueu, o judeu, e ordenou a construção de uma forca para a destruição de Mardoqueu. Enquanto isso, o Rei Xerxes não conseguia dormir e solicitou a leitura do livro de registros. Isso o lembrou de que Mardoqueu uma vez salvou sua vida ao relatar um plano de assassinato.

Na manhã seguinte, o rei perguntou a Hamã: “O que deve ser feito pelo homem a quem o rei se agrada honrar” (Ester 6:6)? Hamã presumiu que o rei estava falando sobre ele e fez algumas sugestões. “‘Vá imediatamente’, ordenou o rei. ‘Pegue o manto e o cavalo e faça o que sugeriu para o judeu Mardoqueu.” (Ester 6:10).

Hamã planejava levar Mardoqueu à forca. Em vez disso, ele o conduziu pelas ruas. Quem poderia ter imaginado uma reviravolta tão apertada? Deus poderia!

A Escolha É Sua: Um Novo Dia

Imagem de Lucas 6:28

 

Tradução por Dennis Downing
Em Inglês: “Poetic Justice”

Max-Instagram-Logo-110x55

Max Lucado

ÚLTIMOS POSTS