LUCRANDO NAS PERDAS – Luciano Subirá

Share on facebook
Share on twitter
Share on email
Share on whatsapp
Share on linkedin

Eu sei que muitas coisas que acontecem conosco não aparentam trazer consigo o controle de Deus ou que nos levarão a algo melhor. Deus, porém, sabe como tratar conosco. As Escrituras Sagradas estão repletas de exemplos de como podemos ser beneficiados em situações de perdas.

Isaque começou a ser abençoado por Deus e a prosperar em tudo o que ele fazia. Ele chegou até mesmo a plantar numa época de fome e colheu a cem por um! Tudo parecia bem, com a bênção do Senhor, e ele decidiu abrir os poços que Abraão, seu pai, havia cavado, mas, de repente, a calmaria cessou e os homens de Gerar começaram a contender com ele por causa daqueles poços. Contudo, isso fez que ele começasse a cavar outros poços e deixasse de andar “só na sombra de seu pai”, como fazia até então (Gênesis 26.12-33).

Isaque, a meu ver, é a figura menos proeminente de todos os patriarcas. Como ele herdou tudo do seu pai, não teve muitas conquistas, como foi o caso de Abraão e também de Jacó. Contudo, esse episódio aparentemente negativo, em dias em que a bênção do Senhor estava com ele, fez que ele iniciasse as suas próprias conquistas. O que parecia ser a ausência da bênção de Deus tornou-se uma bênção ainda maior!

O apóstolo Paulo passou por uma situação de naufrágio. O navio em que ele estava encalhou e começou a ser destruído pela força das ondas. Isso fez que todos abandonassem o navio e tentassem se salvar, chegando a nado a terra firme, ou segurando-se nos destroços do navio.

Ele poderia até mesmo ter questionado Deus, como muitos de nós fazemos, mas não o fez, pois sabia que Deus nos beneficia nas perdas. Assim, a sua segurança foi o ânimo para o coração dos demais. Já em terra, Paulo apanhou lenha para alimentar o fogo junto ao qual eles se secavam e se aquentavam, mas uma serpente saiu do meio da madeira e picou-lhe a mão.

Enquanto todos esperavam que ele morresse, Deus o poupou de forma milagrosa, e uma porta se abriu para que ele pregasse o evangelho e ministrasse cura a muitos enfermos da ilha de Malta. Deus pode fazer que lucremos nas perdas (Atos 27.41-28.10)!

Quando Paulo e Silas foram açoitados e presos por terem expulsado o espírito de adivinhação de uma moça em Filipos, eles não se entristeceram. Em vez disso, começaram a orar e cantar louvores a Deus! Aí então um grande terremoto os libertou e permitiu que eles ganhassem o carcereiro para Cristo e toda a sua família que aparentemente poderia ser visto como uma derrota ou perda, Deus transformou em benefícios, pois ele é soberano sobre todas as coisas (Atos 16.16-34).

Certa ocasião, ouvi um relato sobre o que aconteceu a um grupo de pescadores que moravam em um mesmo vilarejo. Todos os homens saíram para pescar e, enquanto estavam no mar, sobreveio-lhes uma grande tempestade que os deixou totalmente perdidos, incapazes de retornar. Quando a tempestade se acalmou, já estava anoitecendo, e eles não conseguiam localizar-se para poderem voltar. Aflitas, as mulheres e as crianças se dirigiram à praia, para esperar por eles, e, num descuido gerado pela aflição delas, uma das casas incendiou-se, e, por não haver meios de controlar o incêndio, perdeu-se tudo o que havia naquela casa. Não muito tempo depois do incêndio, os pescadores conseguiram retornar e foram recebidos com festa pelos seus familiares. Contudo, um dos pais de família foi recebido com choro. Não entendendo por que seus familiares estavam chorando, ele lhes perguntou o que os entristecia, e a sua esposa contou-lhe sobre o incêndio e como eles haviam perdido a casa e os seus pertences. Aí então o homem disse-lhes: “Mas vocês deveriam alegrar-se! Se não fosse pelo incêndio, que iluminou a praia, jamais teríamos conseguido retornar!”.
Tal qual nesse episódio dos pescadores, devemos crer que o Senhor também nos levará a “lucrar” em toda e qualquer circunstância da nossa vida!

– – – – – – – – – – – – – – – – – – – –
Autor: Luciano P. Subirá. É o responsável pelo Orvalho.Com – um ministério de ensino bíblico ao Corpo de Cristo. Também é pastor da Comunidade Alcance em Curitiba/PR. Casado com Kelly, é pai de dois filhos: Israel e Lissa.

Veja também:



Fonte: Orvalho.com

ÚLTIMOS POSTS

0
Adoraria sua opinião, por favor, comente.x
()
x