Lula usa palavras cristãs visando atrair os evangélicos; escritor reage

Visando diminuir a grande rejeição junto ao eleitorado evangélico, após ter feito uma defesa explícita do aborto como uma “questão de saúde”, o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva vem mudando a sua estratégia de comunicação com o público.

Interlocutores do líder petista avaliam que para atrair os evangélicos, Lula precisa passar a utilizar mais expressões cristãs, no caso, palavras que fazem referência a Deus, Jesus, Bíblia e outros termos associados ao cristianismo.

Não por acaso, é justamente isso o que Lula tem feito em seus últimos discursos, inclusive com ataques ao atual presidente da República, Jair Messias Bolsonaro.

“[Os evangélicos] têm que saber que o presidente atual não acredita em Deus, ele é mentiroso até nisso. Olha os olhos dele quando ele fala em Deus. Aquilo é uma peça eleitoral, que ele tramou com outros pastores”, disse Lula no último dia 26.

Lula, que já foi condenado por corrupção e lavagem de dinheiro, disse ainda sobre Bolsonaro que “na verdade, o comportamento dele, a vida dele, a vida militar dele não é condizente com um cristão, temente a Deus, não é. A história dele é o outro lado”.

“Chapa cristã”

A ideia de pintar a imagem de Lula como um genuíno representante dos valores e princípios cristãos é endossada pelo senador Randolfe Rodrigues (Rede-AP), coordenador da campanha do petista.

Randolfe chegou a dizer que eles possuem uma “chapa cristã”, explicando que essa é a lógica a ser seguida na disputa pela Presidência da República. “É a lógica. A chapa cristã é esta daqui. A chapa que está junto dos mais pobres. Eu disse ‘bem-aventurados os pobres, pois é deles o reino dos céus’. A linha do discurso será essa”, disse o senador, segundo a Folha.

Para o escritor e ambientalista Xico Graziano, que apoia o ex-ministro Sérgio Moro na disputa eleitoral, Lula estaria fingindo ser algo que ele não é. Ele lembrou o número de vezes em que o petista citou palavras relacionadas ao cristianismo durante um evento ocorrido esta semana.

“Cuidado com o capeta. Lula citou ‘Deus’ 4 vezes e ‘Bíblia’, 2 vezes, ontem, em discurso com o Solidariedade, aquele partido do Paulinho da Força. Também se afirmou como ‘cristão’ em 2 oportunidades. O diabo se disfarça bem”, ironizou Graziano.

Gospel Mais

ÚLTIMOS POSTS