Malafaia declara saúde a Felipe Neto após youtuber revelar depressão

Share on facebook
Share on twitter
Share on email
Share on whatsapp
Share on linkedin

O youtuber Felipe Neto, um dos principais influenciadores progressistas do país, revelou recentemente estar com depressão, e o pastor Silas Malafaia, um de seus principais oponentes no campo das ideias, publicou mensagem desejando recuperação e declarando saúde “em nome de Jesus”.

“Felipe Neto, tenho desavenças profundas com você. Tenho uma visão de mundo diametralmente oposta à sua. Você, como ser humano, é a coroa da criação de Deus. Sou pastor e não posso ter outra atitude. SAÚDE, EM NOME DE JESUS! No campo das ideias, continuamos a discordar com força”, escreveu o pastor da Assembleia de Deus Vitória em Cristo (ADVEC) no Twitter.

Progressista, Felipe Neto é apoiador de políticos e partidos de esquerda, defensor de pautas LGBT e feministas, além de entusiasta da chamada “cultura do cancelamento”. Não foram poucas as vezes que o youtuber impulsionou publicações da plataforma Sleeping Giants ou constrangeu figuras públicas a endossar suas bandeiras.

Conservador, Silas Malafaia defende bandeiras realmente opostas a ele: é crítico do feminismo, denuncia o oportunismo de militantes LGBT e as tentativas de coerção ou constrangimento por integrantes desse movimento, opõe-se à esquerda e suas bandeiras, como aborto, drogas e ideologia de gênero, e já o enfrentou na Justiça algumas vezes.

Um dos processos movidos por Malafaia contra Felipe Neto envolvia uma acusação de que o pastor havia ficado rico tomando dinheiro de fiéis. Como não pôde provar a alegação na Justiça, o youtuber acatou um acordo judicial e se retratou publicamente em um vídeo.

Depressão

A notícia de que o dono do terceiro maior canal do YouTube no Brasil está sofrendo com depressão repercutiu em diversos veículos de imprensa. O próprio Felipe Neto afirmou que foi parar “no fundo do poço” e se sente que não tem forças para sair da situação.

“Tentar enfrentar a depressão sozinho é como entrar em campo sozinho e sem goleiro e tentar vencer o Flamengo. Ou Corinthians”, escreveu ele.

A situação estaria, inclusive, afetando sua família: “Minha mãe está sofrendo pra cacete, mas é minha rocha. Ontem, veio me trazer pavê e mousse. São as pequenas coisas, são os detalhes”, acrescentou.

Em setembro, ele já havia desabafado pelo insucesso de sua postura pública, que na prática, resultou em falta de contratos de publicidade em seu canal no YouTube, que possui 43,3 milhões de inscritos:

“É sempre assim. Eles [conservadores] fazem para coibir as pessoas de me apoiarem, entendeu? E dá resultado, não tem jeito. Dá resultado. Lógico que dá. Nenhuma marca quer se associar a mim, por exemplo”, admitiu.

Em um dos muitos episódios polêmicos que se envolveu, Felipe Neto se ofereceu a fazer publicidade de graça para marcas que, por endossarem ideologias progressistas, fossem boicotadas pelo pastor Silas Malafaia, como no caso da Natura. Aparentemente, a empresa – assim como outras – sentiu a rejeição por grande parte dos consumidores e não o procurou.

Gospel Mais

ÚLTIMOS POSTS