‘Minha mãe está nas mãos d’Ele’, diz Jonathan Nemer sobre internação

Share on facebook
Share on twitter
Share on email
Share on whatsapp
Share on linkedin

O feriado paulista da Revolução Constitucionalista de 1932 na próxima sexta-feira, 09 de julho, vai marcar três meses da internação de Sara Nemer, mãe do humorista Jonathan Nemer e da cantora e influenciadora Rebeca Nemer.

Jonathan, que vem compartilhando a saga de sua mãe e também da família durante esse período de internação, publicou um vídeo sobre a perseverança na fé de ver sua mãe recuperada.

Internada inicialmente para se recuperar da covid-19, ela agora luta contra complicações causadas pela doença.

“Muita coisa passa na cabeça. A dor da ausência da pessoa em casa é algo muito significativo, que dói demais”, afirmou. Sara está internada no Hospital Beneficente Unimar, em Marília (SP), cidade que ele vive com os pais.

“Tem sido bem sentida a falta dela, mas por outro lado, glória a Deus, porque em 90 dias, Deus tem sustentado, Deus tem mantido ela viva. O coração está batendo e a esperança continua”, resumiu Jonathan.

Oração e perseverança

Jonathan Nemer definiu os 90 dias de internação de sua mãe como um ciclo de “muitos altos e baixos”. Desde que foi internada, Sara foi transferida para uma Unidade de Terapia Intensiva (UTI), desenvolveu pneumonia e passou por entubação.

Ele relatou em maio, nas redes sociais, que sua mãe havia sido infectada por uma superbactéria e os médicos demonstraram apreensão, definindo as 72 horas seguintes como cruciais para que o organismo dela reagisse aos antibióticos.

O humorista, à época, mais uma vez pediu orações nas redes sociais e sua mãe respondeu ao tratamento. No entanto, no dia 21 de maio, um grave comprometimento do pulmão foi diagnosticado pelos médicos, levando a oxigenação do sangue a ficar muito baixa, com os médicos declarando a situação como irreversível.

Com a mobilização de oração de irmãos na fé de todo o país, Sara passou a registrar pequenas e graduais melhoras, o que possibilitou sua remoção da UTI para pacientes de covid para a chamada “UTI branca”, de pacientes sem infecção pela doença causada pelo novo coronavírus.

Há pouco menos de um mês, em 13 de junho, Jonathan informou que sua mãe estava acordada, lúcida e fazendo reabilitação pulmonar para fazer o desmame do ventilador mecânico, um verdadeiro milagre.

“Não tem infecção, não tem Covid, está na UTI branca — a UTI branca é a UTI não Covid. A UTI Covid é geralmente a área roxa”, disse o humorista na ocasião.

A apreensão pelo dia em que Sara Nemer receberá alta é inevitável, disse ele: “Tem dia que você está super confiante, sentindo que logo logo ela vai sair, mas do nada [a situação] dá três passos para trás, [e penso]: vai demorar quanto ainda?”, desabafou.

O marido de Sara, o advogado Rabih, e os filhos, gostariam de vê-la de alta hospitalar em dez dias, quando pai e filho farão aniversário, no dia 18 de julho, quando ela completará 101 dias de internação. Jonathan, porém, afirmou que “clinicamente” esse cenário não é possível.

“Eu disse clinicamente, porque estou limitando ao clinicamente. Se Deus quiser, ela sai amanhã, ou hoje a noite. […] A gente não pode se agarrar nisso, porque cada corpo reage de um jeito. Não são ciências exatas. No que eu posso me agarrar, então? Minha resposta é Jesus. Ele é o Senhor do tempo, Senhor de todas as coisas. Jesus é tudo em todos. E a vida da minha mãe está nas mãos d’Ele”, acrescentou.

“Mais do que uma data certa para ela sair, queremos que ela saia bem”, disse Jonathan, concluindo: “Estamos num tempo de continuar crendo, esperando e confiando. Porque esse é o nosso Deus. Enquanto houver fôlego de vida, temos que confiar”.

Gospel Mais

ÚLTIMOS POSTS