Moisés subiu o monte – Site do Pastor

Share on facebook
Share on twitter
Share on email
Share on whatsapp
Share on linkedin


MOISÉS SUBIU O MONTE

Êxodo 24

“MOISÉS SUBIU O MONTE” parece-nos um bom título para este esboço de sermão em razão de que a prática de “subir o monte para orar” (especialmente à noite) tem-se disseminado em várias partes do mundo, porém, à medida em que esta prática aumenta, aumentam também os relatos de incidentes vergonhosos que precisam ser  evitados.

Pano de Fundo Histórico: O povo havia saído do Egito e já estava em marcha rumo à Terra Santa, mas pararam junto ao Monte Sinai, onde Deus deu a Lei para Moisés, após orientá-los sobre os CUIDADOS que deveriam ter para subir o monte.


PRÉVIA (alguns dos CUIDADOS prescritos pelo texto são…)

  • OBEDIÊNCIA
  • TEMOR DE DEUS
  • ADORAÇÃO
  • RELACIONAMENTO REAL COM DEUS
1º CUIDADO: OBEDIÊNCIA (Ex 24.1a, 2, 3, 7, 12, 13, 14 e 15)

É Deus quem está no controle, portanto a decisão e os parâmetros para subir o monte são Dele. Confira: O povo só poderia ir até o pé da montanha. Os anciões podiam subir um pouco. Josué um pouco mais, e Moisés, somente ele, até a presença de Deus.

Antes de mais nada, alerto aqui que muitas pessoas estão indo ao monte em busca de experiências e sensações dramáticas, e não da presença de Deus, propriamente dito.

Também tenho visto muitos irmãos irem orar no monte devido a uma interpretação errada de Provérbios 8.17: “Eu amo os que me amam, e os que de madrugada me buscam me acharão”. Este versículo não é um chamado à oração na madrugada, mas, sim, ao estudo da Palavra.

Certamente devemos “orar sem cessar”, porém, devemos (e podemos) orar em qualquer lugar, inclusive no monte, é claro, mas isto deve ser feito em pleno acordo com a vontade de Deus, e não da nossa própria vontade ou curiosidade.

Outro ponto importante é destacar que o “monte” (lugar elevado) não é somente aquele pedaço de terra e pedras, o monte (lugar elevado com Deus) pode ser em qualquer lugar, inclusive no seu quarto.

2º CUIDADO: TEMOR DE DEUS (Ex 24.9-11)

Eles “viram o Deus de Israel”, não em sua plenitude (privilégio concedido somente a Moisés, Ex 33.19-23) e, mesmo sem saber, correram risco de morte: “Deus não matou esses líderes de Israel; eles viram a Deus e depois comeram e beberam juntos” (vs 11).

Enfim, o que desejo ressaltar aqui é devemos ter muito temor ao nos aproximarmos da presença de Deus.

Infelizmente, já ouvi relatos de atos absurdos praticados sob o manto da escuridão no monte, inclusive atos sexuais de traição conjugal e fornicação.

Lembrem-se, meus irmãos, Deus é amor, mas também é fogo consumidor: “A glória do SENHOR desceu sobre o monte, e para os israelitas a luz parecia um fogo que queimava lá no alto”. (vs 17)

3º CUIDADO: ADORAÇÃO (Ex 24.1b, 9-11)

No entanto, reconheço que muitos irmãos sobem ao monte para orar e adorar a Deus, mas, até mesmo a adoração é orientada por Ele. Ou seja, não é do nosso jeito.

  • A adoração deve começar antes de subir o monte (vs 1b). Não adianta viver uma vida como se fosse um desviado e subir “o monte” em busca de experiências e sensações.
  • Moisés escreveu todas as leis de Deus e construiu um altar ao pé do monte (vs 4). A adoração verdadeira está atrelada ao conhecimento da Palavra de Deus. Não adianta ignorar o estudo da Palavra e desejar uma “audiência” com o “dono” da Palavra.
  • Moisés sacrificou alguns touros como ofertas de paz. Graças a Deus, hoje não precisamos mais fazer isso, pois a morte de Jesus Cristo é o sacrifício perfeito que nos justificou e nos pôs em paz com Deus (Rm 5.1).
4º CUIDADO: RELACIONAMENTO REAL COM DEUS (Ex 24.8, 18)

Para ter um relacionamento real com Deus, é preciso entrar na aliança do sangue, não mais do sangue de touros, mas a aliança baseada no sangue de Jesus Cristo: “Este é o cálice da nova aliança no meu sangue derramado em favor de vós”. (Lc 22.20)

Moisés entrou na nuvem e ficou ali 40 dias e 40 noites (vs 18). Isto é uma prova incontestável de que Deus e Moisés mantinham um relacionamento real, dia e noite.

Subir o monte para orar deve ser a expressão de um relacionamento real com Deus, dia e noite.

 

CONCLUSÃO

Moisés subiu o monte para orar, seguindo as ordens e vontade de Deus. Subir o monte para orar não pode ser uma busca de experiências e sensações dramáticas. Não pode, também, ser feito de forma leviana ou, até mesmo, pecaminosa. 

Devemos reconhecer que Deus está no controle e os cuidados que devemos ter são: OBEDIÊNCIA, TEMOR DE DEUS, ADORAÇÃO e RELACIONAMENTO REAL COM DEUS.

E quanto a você, como está a sua vida de oração, como está o seu relacionamento real com Deus?

 

Título: Moisés subiu o monte
Autor: Pr Ronaldo Alves Franco
Data: 03/09/2021

Deixe seu comentário logo abaixo.

Veja também nossos demais esboços: Esboços

 

 

Fonte: Site do Pastor

ÚLTIMOS POSTS

Espaço Gospel foi criado com a intenção de reunir o melhor de todo material disponível na rede para ajudar você a se conectar com Deus!