Monumento à fé e oração será erguido após arrecadação de 14 milhões

Share on facebook
Share on twitter
Share on email
Share on whatsapp
Share on linkedin

Uma entidade de atuação evangelística e humanitária do Reino Unido arrecadou mais de US$ 2,6 milhões para construir um monumento à fé e à oração com cerca de 50 metros de altura.

O Muro Eterno das Orações Respondidas é uma iniciativa de uma entidade homônima, que pretende ser um registro de 1 milhão de testemunhos de clamores a Deus que foram atendidos.

O valor arrecadado, na cotação atual, gira em torno de R$ 14 milhões, e a proposta é que a construção se torne um ponto turístico e os valores arrecadados ao longo dos próximos anos ajudem a financiar o trabalho missionário.

O início das obras está previsto para o começo de 2022, com a conclusão no final de 2023. Ao todo, devem ser usados 1 milhão de tijolos para erguer o monumento com o formato da faixa de Möbius, popularmente conhecida como “símbolo do infinito”.

O terreno onde o monumento à fé e à oração será erguido fica em Birmingham, na Inglaterra. O presidente da instituição, Dave Silber, revelou que a obra como um todo deve custar US$ 12,4 milhões, mas com US$ 3,9 já é possível iniciar a construção.

“Queremos que seja uma peça de arte pública criada por multidões e financiada por multidões”, explicou Silber. “Graças às doações e presentes até o momento, pudemos adquirir o terreno, obter um projeto premiado, obter permissão de planejamento, formar a equipe e cobrir todos os nossos custos imediatos contínuos. Portanto, agora, cada centavo da campanha de financiamento coletivo que recebemos irá diretamente para a construção”, acrescentou.

Inspiração

De acordo com informações do portal The Christian Post, Silber indicou que a inspiração para o marco veio do fundador da instituição de caridade Richard Gamble, que começou a fazer campanha pelo monumento no Reino Unido e no exterior em 2014.

“Richard compartilhou o conceito incrível em todo o Reino Unido e além, reunindo as pessoas por trás do testemunho de que a oração respondida através de uma pessoa pode ser a esperança de outra. A jornada não foi simples, mas foi preenchida com o favor de Deus”, acrescentou Silber.

Para o líder do projeto, o monumento à fé e à oração pode ser comparado às pedras memoriais construídas durante o Antigo Testamento, que foram estabelecidas para ajudar os antigos israelitas a se lembrarem de seu relacionamento com Deus.

“Este não será apenas um belo marco para ser admirado de longe, será uma das maiores oportunidades evangelísticas no Reino Unido por uma geração. […] Visível a 9 km de distância, será marcante e tornará a esperança visível de uma forma completamente única, hospedando um milhão de relatos de orações respondidas, tornando-se o maior banco de dados de histórias de esperança do mundo”, afirmou.

O projeto prevê que, além do monumento em si, o espaço tenha também uma sala de oração 24 horas por dia, 7 dias por semana, uma livraria, um centro de visitantes, um café, um centro de educação e um espaço de exposição para mostrar as doutrinas cristãs.

Há uma projeção que a iniciativa renda US$ 1,3 milhão por ano em arrecadações, que devem ser repassadas como doação a várias instituições e ajude a financiar projetos de habitação a preços acessíveis:

“Não temos como saber como será a cultura e a sociedade daqui a cem anos, mas sabemos que o Muro Eterno ainda estará de pé e que as pessoas ainda serão capazes de descobrir suas histórias de esperança e ver que Jesus responde às orações”,

Dave Silber concluiu dizendo que os apoiadores da iniciativa terão “semeado fielmente nas gerações futuras e compartilhado com elas o que Jesus fez em nosso tempo”.

Gospel Mais

ÚLTIMOS POSTS