Pai é preso por se recusar a aceitar a transição de gênero da filha no Canadá

Share on facebook
Share on twitter
Share on email
Share on whatsapp
Share on linkedin

Um pai que se opôs ao tratamento de transição de gênero da filha adolescente foi preso na última terça-feira (16), no Canadá. A prisão aconteceu porque o pai CD (pseudônimo usado para preservar sua identidade) descumpriu a ordem judicial de não revelar a identidade da filha, da sua ex-esposa e dos médicos que prestam o tratamento.

A filha adolescente, conhecida apenas como AB, nasceu como mulher, mas agora se identifica como homem e passa pela transição de gênero, com o apoio da mãe. O pai continuava referindo-se publicamente com pronomes femininos à adolescente.

CD lutou contra a transição de gênero da filha no Tribunal de Apelação no ano passado, mas perdeu. Ele foi condenado a se referir a AB usando pronomes masculinos e proibido de revelar publicamente a identidade da adolescente, da mãe e da equipe médica, que faz o tratamento.  

Agora, o pai está enfrentando acusações de desacato, por causa de uma entrevista no YouTube sobre o caso, em julho de 2020, na qual ele pode ter revelado as identidades dele, da filha, da ex-esposa e dos médicos.

A prisão do pai foi decretada pelo juiz Michael Tammen, que decidiu que ele ficará detido até sua audiência em abril por desacato às ordens judiciais. Segundo o magistrado, as ações de CD poderiam causar danos psicológicos, e que ele provavelmente continuaria violando as ordens do tribunal se fosse solto. 

“A detenção de CD é necessária para manter a confiança do público na administração da justiça”, disse Tammen.

 



Fonte: Guia-me

ÚLTIMOS POSTS