Papa Francisco afasta padre suspeito de assediar monges em MG

Share on facebook
Share on twitter
Share on email
Share on whatsapp
Share on linkedin

Padre Ernani Maia dos Reis, suspeito de assediar e violentar sexualmente oito monges em Minas Gerais.

O papa Francisco desligou hoje da Igreja Católica o padre Ernani Maia dos Reis, suspeito de assediar e violentar sexualmente oito monges do Mosteiro Santíssima Trindade, em Monte Sião (MG). As informações são do UOL, que revelou o caso.

A dispensa foi informada pelo arcebispo de Pouso Alegre (MG), dom José Luiz Majella Delgado. “O Papa Francisco expressamente dispensou do celibato e de todas as demais obrigações inerentes ao estado clerical e decorrentes das Sagradas Ordens o Sr. Ernani Maia dos Reis, que, há anos atrás (sic), integrava uma entidade em Monte Sião (MG)”, diz o comunicado.

O padre Ernani Maia dos Reis, de 53 anos, é acusado de ter violentado e assediado sexualmente pelo menos oito monges, e assediado moralmente outras 11 pessoas que viviam sob sua autoridade, com humilhações e agressões verbais.

Os crimes teriam acontecido entre 2011 e 2018, quando o religioso era líder do Mosteiro Santíssima Trindade, em Monte Sião, Minas Gerais. As oito vítimas de assédio sexual eram homens, entre 20 e 43 anos. Já das 11 assediadas moralmente, dez eram mulheres.

Ainda segundo o UOL, Ernani negou as acusações, porém se recusou a responder a questões da reportagem. Hoje, ele vive em Franca, no interior de São Paulo, onde mantém um consultório de psicanálise.

Fonte: UOL e IstoÉ


if (d.getElementById(id)) return;

js = d.createElement(s); js.id = id;

js.src="https://connect.facebook.net/pt_BR/sdk.js#xfbml=1&version=v2.11&appId=264312870658742&autoLogAppEvents=1";

fjs.parentNode.insertBefore(js, fjs);

}(document, 'script', 'facebook-jssdk'));

Folha Gospel

ÚLTIMOS POSTS