Parábola da figueira estéril: Arrependimento

Share on facebook
Share on twitter
Share on email
Share on whatsapp
Share on linkedin

Um dos textos mais conhecidos entre as palavras de Deus, a parábola da figueira estéril é uma lição sobre arrependimento.

Constantemente, podemos levar a vida de uma forma leviana, sem apego as palavras do Senhor e sem inspiração para fazer o bem e para elevarmos nossa alma.

A parábola da figueira estéril, presente no Evangelho de Lucas, é um ensinamento a todos sobre a possibilidade de se arrepender e de se converter a o espiritualismo.

Após ler essa mensagem, aproveite para ler também:

Ela é encontrada assim: “Certo homem tinha uma figueira plantada na sua vinha. Foi até ela procurar figos e não encontrou.

Então disse ao vinhateiro: “Já faz três anos que venho procurando figos nesta figueira e nada encontro. Corta-a! Porque está ela inutilizando a terra?”

Ele, porém, respondeu: ‘Senhor, deixa a figueira ainda este ano. Vou cavar em volta dela e colocar adubo. Pode ser que venha a dar frutos. Se não der, então tu a cortarás”.

Parábola da figueira estéril: Conversão

A parábola da figueira estéril é uma alegoria que expõe a possibilidade de conversão para todas as pessoas, independente das últimas atitudes.

Mesmo uma pessoa indisposta de boa fé e índole pode ser convertida, pode passar a escutar as palavras de Deus e se transformar em uma pessoa boa.

Por menos frutos que uma pessoa fornece a seus próximos, Jesus ainda concederá uma chance mais, atuará através Dele para endireitar o caráter de qualquer indivíduo. A paciência de Jesus é verdadeira e benevolente.

Mas não pode ser colocada a prova

O agricultor pronuncia as palavras de Jesus, dando mais um ano de sobrevida à figueira, adubando seu entorno para que ela possa, de uma vez por todas, dar os frutos ao vinhateiro.

Mas, se em um ano a figueira não for capaz de trazer o que o vinhateiro esperou nos últimos três anos, ela será sim removida.

Uma vida longe da conversão e tomada por preguiça, ações de vício e de prazer efêmero, sem o exercício da fé, sem nenhuma correspondência ao Senhor, é uma vida fadada ao fracasso e ao desastre.

Você terá o seu tempo

Jesus é misericordioso e pede por sua clemência, faz de tudo para que você seja produtivo para os seus próximos e para Deus, podemos interpretar isso da parábola da figueira estéril.

Temos de fazer valer a misericórdia e, recebemos tempo o suficiente para colocar em prática o que é esperado de nós, de nossas ações.

Devemos assumir os pesos e as dores de nossa vida e de nosso sacrifício. Alcançaremos a redenção, com a dor, necessária para sermos dignos de alcançar o Céu.

Se Jesus pode te dar mais tempo e mais formas de se converter e de render frutos positivos a todos, você também pode auxiliar pessoas a essa conversão e também pode perdoar almas que se desviaram do caminho, mesmo as que entraram em conflito direto com você, todos merecem clemência e paciência.

A parábola da figueira estéril é uma lição, devemos tirar dela sabedoria o suficiente para respeitar os desejos do Senhor e reproduzir suas ações.

Mensagem Biblica

ÚLTIMOS POSTS