Partido aciona STF contra obrigatoriedade da vacina para entrar em igrejas de PE

Share on facebook
Share on twitter
Share on email
Share on whatsapp
Share on linkedin

Igreja vazia durante pandemia do covid-19

O Partido Social Cristão (PSC) protocolo, nesta sexta-feira, 1°, uma ação no Supremo Tribunal Federal (STF) para suspender o decreto do governador de Pernambuco, Paulo Câmara (PSB), que torna obrigatória a apresentação de passaporte de vacina contra a Covid-19 para a entrada em igrejas e demais cultos religiosos.

A legenda reforça o apoio à campanha de imunização no país, mas defende a liberdade individual e alega que o decreto fere o princípio da igualdade, segundo informações da coluna Radar, da revista Veja.

Um dos argumentos é que não está prevista a cobrança do documento que comprova o recebimento da vacina em shoppings, restaurantes, cinemas e demais estabelecimentos.

O decreto

O governador de Pernambuco, Paulo Câmara (PSB), sancionou na segunda-feira, 27 de setembro, uma edição extra do Diário Oficial do estado com novas regras de convivência da covid-19. Entre as regras, está a exigência de vacinação completa ou teste negativo do novo coronavírus (covid-19) para as pessoas que frequentam igrejas ou templos religiosos.

“Celebrações religiosas com mais de 300 (trezentas) pessoas devem observar os limites de capacidade do ambiente e número máximo de pessoas estabelecidos em Portaria Conjunta da Secretaria de Saúde e da Secretaria de Desenvolvimento Econômico, que também disciplinará a exigência da apresentação dos comprovantes do esquema vacinal completo e/ou dos resultados negativos dos testes para a Covid 19”, diz o texto.

Fonte: A Tarde


var js, fjs = d.getElementsByTagName(s)[0];

if (d.getElementById(id)) return;

js = d.createElement(s); js.id = id;

js.src="https://connect.facebook.net/pt_BR/sdk.js#xfbml=1&version=v2.11&appId=264312870658742&autoLogAppEvents=1";

fjs.parentNode.insertBefore(js, fjs);

}(document, 'script', 'facebook-jssdk'));

Folha Gospel

ÚLTIMOS POSTS